Candidatos do concurso da PM que estiverem com Covid-19 nas datas dos testes físicos não poderão realizar ou remarcar as provas


Os nomes dos aprovados na primeira fase foram publicados no Diário Oficial do Estado. Segunda etapa está prevista para o mês de agosto. Candidatos durante a primeira etapa do concurso em Palmas
Charles Barros/TV Anhanguera
A Polícia Militar divulgou nesta terça-feira (13) a lista de candidatos aprovados na primeira etapa do concurso da PM. Os nomes foram publicados no Diário Oficial do Estado junto com o edital de convocação para a realização do teste de aptidão física (TAF). O TAF vai acontecer entre os dias 20 e 23 de agosto, sendo que os candidatos poderão consultar os próprios locais e horários a partir do dia 17 de agosto no site da Cebraspe.
O documento prevê que não haverá segunda chamada e também que quem estiver com a Covid-19 na data da realização será impedido de prestar o exame. Há ainda um trecho do edital que afirma:
“Os casos de alteração psicológica e(ou) fisiológica temporários (estados menstruais, indisposições, cãibras, Covid-19, contusões, luxações, fraturas etc.) que impossibilitem a realização dos testes ou que diminuam a performance dos candidatos nos testes do exame de capacidade física serão desconsiderados, não sendo concedido qualquer tratamento diferenciado por parte da Administração, mesmo que ocorram durante a realização dos testes”.
A Polícia Militar confirmou que esta é realmente a regra do concurso e informou que “os candidatos devem ser submetidos às mesmas condições, sob pena de inviabilizar a concorrência e consequentemente colocar o concurso em risco”. A não participação nesta etapa vai implicar na eliminação dos candidatos. (Veja a nota na íntegra ao final da reportagem)
O edital prevê que a temperatura dos candidatos será medida na entrada dos locais de prova e que os que estiverem com febre poderão prestar o exame, mas em uma sala separada dos demais. O documento tem ainda instruções sobre documentos a serem apresentados na data dos testes e até o vestuário dos candidatos. O uso de máscaras será obrigatório.
Também foram divulgadas as datas das provas específicas para candidatos aos cargos de músicos, sendo que os dias e horários variam conforme o instrumento.
O concurso
O concurso da PM do Tocantins oferece mil vagas para soldados, sendo que 25 delas destinadas ao quadro de músicos, outras 25 para área da saúde, sendo 20 para técnico de enfermagem e cinco para técnico em saúde bucal. O efetivo operacional, portanto, será de 950 novos policiais.
Os salários iniciais, após os cursos de formação, são de R$ 3.330,99 devendo o militar ficar no mínimo 36 meses na graduação. Ao todo, 45.815 candidatos se inscreveram. Este concurso está sendo feito porque o anterior, realizado em 2018, teve as provas anuladas por causa de fraudes.
Nota da Polícia Militar na íntegra
Em resposta a este veículo de comunicação, a Polícia Militar informa que conforme edital do concurso público da PMTO 2021, como na primeira fase, o candidato que informar, na data de realização do exame de capacidade física, que está acometido pela Covid-19, não poderá realizá-lo.
O edital leva em consideração a impossibilidade de tratamento especial a quem estiver acometido de alguma restrição temporária (salvo casos previstos – gravidez), pois todos os candidatos devem ser submetidos às mesmas condições, sob pena de inviabilizar a concorrência e consequentemente colocar o concurso em risco.
Portanto os casos de alteração psicológica e (ou) fisiológica temporários (estados menstruais, indisposições, cãibras, Covid-19, contusões, luxações, fraturas etc.) que impossibilitem a realização dos testes ou que diminuam a performance dos candidatos nos testes do exame de capacidade física serão desconsiderados, não sendo concedido qualquer tratamento diferenciado por parte da Administração, mesmo que ocorram durante a realização dos testes.
À candidata que, no dia da realização do exame de capacidade física, apresentar atestado médico que comprove seu estado de gravidez, será facultada nova data para a realização do referido exame após 120 dias a contar da data do parto ou do fim do período gestacional, de acordo com a conveniência da Administração, sem prejuízo da participação nas demais etapas do concurso.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.