Roberto Dias não teria informado Ministério da proposta feita pela Davati

O empresário representante da Davati Medical Supply, Luiz Paulo Dominguetti Pereira, reforçou nesta quinta-feira (1º) que o ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde Roberto Dias pediu propina de 1 dólar por vacina para comprar 400 milhões de doses da vacina Astrazeneca. Dominguetti revelou mais informações: disse que Roberto Dias não comunicou o Ministério da proposta.

Dominguetti foi o representante da Davati para oferecer 400 milhões de doses ao Ministério no início deste ano. O empresário informou que apresentou a proposta a três membros da pasta: o diretor do Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis, Laurício Monteiro Cruz; o ex-diretor de Logística Roberto Dias; e o ex-secretário-executivo Elcio Franco. Ele afirmou que se surpreendeu ao saber que Elcio não havia sido comunicado da conversa que teve com Roberto Dias.

“Ele [Roberto Dias] não tinha avançado ou informado ao Ministério, segundo o senhor Elcio Franco, essa proposta”, explicou Dominguetti. “O Elcio me perguntou pessoalmente, durante uma reunião, onde e com quem eu havia deixado essa proposta. Eu disse a ele ‘com o Sr Roberto Dias’. Houve uma troca de olhares, ele [Elcio] baixou a cabeça, simplesmente saiu e pediu para que dois estagiários pegassem os nossos nomes e que ele entraria em contato e que ele iria validar a proposta da Davati. Ele recebeu e-mails pedindo que essa proposta comercial para que houvesse o avanço”, prosseguiu o empresário.

Dominguetti respondeu que negociou as vacinas pela Davati junto ao Ministério da Saúde porque recebeu autorização do CEO da empresa, Cristiano Alberto Carvalho. Atua à frente desde janeiro, mas que a oficialização veio somente em abril. Ele disse ser policial militar da ativa em Minas Gerais e, para complementar renda, começou a atuar no mercado de insumos.

Dominguetti esteve com Elcio Franco, Roberto Dias e outro três vezes. O primeiro contato direto com o Ministério foi através de Elcio, em Brasília-DF. Teve contato com o Coronel Marcelo Blanco, dispensado pela pasta na quarta (30) após as denúncias. Disse que Blanco se mostrou interessado na aquisição de vacinas e que ele vinha em tratativas entre Davati, Cristiano e o ex-diretor de Logística do Ministério Roberto Dias, também exonerado após os escândalos.

O jantar onde se deu o pedido de propina ocorreu no restaurante Vasto, no dia 25 de fevereiro, no Brasília Shopping. Participaram do jantar o Coronel Blanco e um empresário que Dominguetti não se recorda. “Ele ficava com uma prancheta anotando alguns dados, fazendo alguns cálculos”.

“Ele nos apresentou, aí apresentou a proposta original ao Sr. Roberto, me apresentou como o parceiro da Davati que estava levando a proposta ao Ministério e ali começou “No início da tratativa, Roberto parecia solícito em fazer a aquisição das vacinas. A todo tempo perguntando como era o pagamento, a oferta, a proposta… Tudo caminhando dentro da normalidade. Mas na verdade, no decorrer, conversava-se, tratava-se de outros assuntos.”

Cada dose seria 3,50 dólares, com 1 dólar de propina em cada uma das 400 milhões de doses. Dominguetti explica que o encontro se encerrou após ele não aceitar o pedido de propina. “Quando eles já receberam a notícia de que não teria como fazer esse processo, se encerrou ali o encontro. E eles até me convidaram em estender o encontro. Dei uma desculpa de um outro compromisso e fui embora para o hotel.”

Dominguetti explicou que a Davati garantiu que poderia entregar as vacinas “A informação é que o dono da Davati tinha acesso a locadores do mercado que eram os proprietários dessa vacina. Tanto é que ele, sob pena de per júri, ofereceu ao governo brasileiro.” O empresário disse que não conhece o deputado federal Ricardo Barros (PP-PR).

O post Roberto Dias não teria informado Ministério da proposta feita pela Davati apareceu primeiro em Jornal de Brasília.


Leia matéria na íntegra no Site Portal de Brasília

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.