Menos da metade dos vacinados contra a Covid no TO recebeu a 2ª dose do imunizante; Saúde faz alerta


Dados do Vacinômetro mostram que 291.915 pessoas foram vacinadas, mas só 134.742 receberam a segunda aplicação. Imunizantes da AstraZeneca, CoronaVac e Pfizer têm intervalos diferentes e público alvo deve ficar atendo ao dia do reforço. Vacinas contra a Covid-19 são aplicadas em todo o Tocantins
Raiza Milhomem/Prefeitura de Palmas
O governo do Tocantins alertou a população do estado sobre a importância de tomar as duas doses de vacinas contra o coronavírus. É que algumas pessoas de grupos prioritários comparecem em postos de saúde e tomam a primeira dose, mas não recebem o reforço. Segundo o portal que monitora a vacinação no Tocantins, 291.915 pessoas foram vacinadas desde o início da campanha, mas menos da metade recebeu a segunda aplicação. Veja os números abaixo
O secretário estadual de Saúde, Edgar Tollini, afirmou nesta quarta-feira (9) que a imunização é o fator decisivo no combate à Covid-19. Ele pediu para que as pessoas que fazem parte do público alvo garantam a vacinação o quanto antes.
“Pedimos para que toda a população, que esteja no grupo prioritário, vá até um posto de saúde e tome a vacina. Temos percebido que diversas pessoas estão deixando de tomar a vacina, ou tomam apenas a primeira dose”, afirmou o secretário.
Tollini afirmou que sem as duas aplicações não há garantia de proteção.
“A imunização só é garantida com as duas doses do imunizante, por isso, é preciso que haja conscientização por parte de todos os tocantinenses”, disse o secretário.
Cada imunizante tem um intervalo diferente para a segunda aplicação. O reforço da AstraZeneca deve ser feito em três meses e a segunda dose da CoronaVac é aplicada após 21 dias. Já as doses da Pfizer, por recomendação do Ministério da Saúde, são administradas com intervalo de 12 semanas. As datas do reforço constam no cartão de vacina.
Dados de vacinação no Tocantins até 9 de junho
Reprodução
Por um período moradores de mais de 80 cidades do Tocantins ficaram com o reforço atrasado por falta de doses da CoronaVac. A Secretaria Estadual de Saúde (SES) disse que a escassez foi consequência de “equívoco por parte dos municípios”. Depois de ficarem retidos, 13.230 doses foram repassadas a municípios que fizeram solicitação.
Na semana passada o secretário de saúde da prefeitura de Gurupi, Remilvan Milhomem, também precisou chamar atenção dos moradores do município. Segundo ele, a procura por 2ª dose de vacinas contra Covid-19 está baixa na cidade.
A vacinação contra a Covid-19 começou no Tocantins em janeiro deste ano. Desde o início da campanha a Secretaria Estadual de Saúde (SES) recebeu 655.250 doses de vacinas da CoronaVac, Pfizer e Astrazeneca. Do total, 560.578 doses já foram distribuídas aos municípios, que são responsáveis pelo cronograma de vacinação.
Os dados são do Vacinômetro, portal do Governo que monitora a imunização no Tocantins, indicam que 426.657 doses já foram aplicadas. São 291.915 referentes à primeira dose do imunizante e 134.742 da segunda. Os dados foram atualizados na tarde desta quarta-feira (9).
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.