Bombeiros encontram corpos de homem e criança que se afogaram durante travessia no rio Tocantins


Afogamento aconteceu depois que menino tentou nadar até ilha. Homem foi ajudar, mas os dois acabaram desaparecendo abaixo da barragem da Usina Hidrelétrica de Lajeado. Local onde as vítimas desapareceram no rio Tocantins
Bombeiros/Divulgação
Os mergulhadores do Corpo de Bombeiros encontraram na manhã desta segunda-feira (7) os corpos de um homem e uma criança que haviam se afogado e desaparecido no rio Tocantins em Lajeado. As vítimas foram encontradas a aproximadamente 15 metros da margem do rio, abaixo da Usina Hidrelétrica Luís Eduardo Magalhães.
Conforme dados do Corpo de Bombeiros, com esses dois casos, o número de morte por afogamento no Tocantins sobe para 28 casos em 2021.
Os afogamentos aconteceram no início da tarde deste domingo (6). Testemunhas contaram aos bombeiros, que o menino Rafael Milhomem Nazário, de 9 anos, brincava com outras crianças em determinado ponto do rio abaixo da usina.
Ele teria tentado atravessar um canal entre a margem e uma ilha, com cerca de 30 metros de largura, mas teve dificuldade para terminar a travessia. Neste momento o homem identificado como Sebastião Coelho de Sá, 55 anos, entrou na água para ajudar.
Bombeiros durante as buscas pelas vítimas
Bombeiros/Divulgação
Eles conseguiram chegar até a ilha, mas na hora de voltar para a margem do rio os dois desapareceram e se afogaram. Não há informação sobre o grau de parentesco entre as vítimas.
As buscas foram iniciadas ainda na tarde de domingo (6) e retomadas na manhã desta segunda-feira (7). Os corpos foram encontrados por volta das 11h. O Instituto Médico Legal (IML) foi chamado e recolheu as vítimas.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.