Empresário recebe PF a tiros

A Polícia Federal realiza nesta quarta-feira (2) uma operação para investigar suposta fraude na contratação de um hospital de campanha no Amazonas. Durante o cumprimento dos mandados de prisão e de busca e apreensão, um empresário alvo das buscas recebeu policiais a tiros.

O empresário é Nilton Lins. Ele é dono da unidade alugada pelo governo do Amazonas. Após receber a tiros os policiais, ele teria se escondido no Consulado da Suécia em Manaus. A informação é do site O Antagonista.

São cumpridos seis mandados de prisão temporária, sendo um deles contra o secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campelo. Há ainda 19 ordens de busca e apreensão. Duas delas serão cumpridas na casa e no gabinete do governador Wilson Lima. Também há mandados em Porto Alegre-RS.

De acordo com as investigações, funcionários da Secretaria de Saúde do Amazonas fraudaram o processo de contratação para favorecer empresários do estado. Eles teriam sido orientados pelo próprio governo local. A PF afirma que a unidade hospitalar não atende às necessidades básicas de assistência à população atingida pela pandemia, o que coloca pacientes e servidores em risco.

Verificou-se, ainda, que contratos das áreas de conservação e limpeza, lavanderia hospitalar e diagnóstico por imagem contêm indícios de montagem e direcionamento de procedimento licitatório, além de preço elevado e da não prestação dos serviços contratados. Os acordos foram firmados em janeiro deste ano junto ao governo do Amazonas.

Os indiciados poderão responder pelos crimes de fraude à licitação, peculato e pertencimento a organização criminosa e, se condenados, poderão cumprir pena de até 24 anos de reclusão.

O post Empresário recebe PF a tiros apareceu primeiro em Jornal de Brasília.


Leia matéria na íntegra no Site Portal de Brasília

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.