PRF apreende mais de 1 tonelada de drogas nas rodovias federais de janeiro a maio desse ano


Na última quarta-feira, policiais encontraram 906 kg de skunk sendo transportados em um caminhão, na BR-153. Tocantins é considerado um corredor do narcotráfico do país. PRF já apreendeu mais de uma tonelada de drogas nas rodovias do TO neste ano
O Tocantins é considerado um corredor do narcotráfico do país. Muitas apreensões de drogas são feitas nas rodovias federais que cortam o estado. Nos primeiros cinco meses desse ano, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) encontrou mais de 1 tonelada de substâncias ilícitas sendo transportadas em carros de passeio e caminhões.
De janeiro ao dia 26 deste mês,, segundo balanço da PRF, foram apreendidos 706 comprimidos de anfetaminas; 4,3 kg de cocaína, 15 kg de crack, 25 kg de haxixe, 115 kg de maconha e 906 kg de skunk.
“Diversas drogas, a gente consegue apreender, inclusive, uma droga que é constantemente encontrada por nós, nos caminhões, que são as anfetaminas, que fazem com que motoristas fiquem longo período sem dormir. Então, eles fazem uso desse tipo de droga associada com cocaína para conseguir uma jornada de trabalho, o que causa muitos acidentes”, comentou o superintendente da PRF no Tocantins, Hallison Melo.
A maior apreensão desse ano aconteceu na quarta-feira. Ao todo 886 kg de skunk, que é uma variedade da maconha, e 25 kg de haxixe, foram encontrados em um caminhão, na BR-153, durante fiscalização em Paraíso do Tocantins. O caminhão que transportava as drogas estava sendo acompanhado por um carro de passeio que servia como batedor. O carregamento havia saído de Manaus (AM) e tinha como destino a cidade de São Paulo (SP).
PRF apreendeu mais de 1 tonelada de drogas desde o início do ano
PRF/Divulgação
“Os traficantes não têm uma metodologia única no transporte desses ilícitos, dessas drogas, transportam das mais diferentes formas, escondidas no meio da carga, em fundos falsos, às vezes até visível no próprio porta-malas do veículo”, explicou o superintendente da PRF.
Para a OAB, hoje, o Tocantins faz parte do corredor do narcotráfico no país. “O Tocantins por ser o centro geodésico do nosso país, possivelmente, pode, ser sim, escolhido como uma rota de distribuição dessa droga. Assim como outros estados já foram, antes o Mato Grosso, as fronteiras, pode estar havendo um deslocamento dessa rota, para que seja o Tocantins uma passagem”, explicou o presidente da Comissão de Direito Criminal da OAB, Thiago D’ Ávila Sousa.
Além das substâncias apreendidas nas rodovias federais, outras apreensões são feitas em rodovias estaduais e em residências. Desde o início do ano, a Polícia Civil realizou quase 180 apreensões em todo o estado.
“Nós podemos falar, com segurança, que houve um aumento nas apreensões de drogas esse ano, inclusive, dentro da própria Denarc. Esse ano tivemos grades apreensões ao longo do ano, em Palmas, Gurupi, Colinas do Tocantins”, disse o delegado da 1ª Divisão Especializada em Repressão a Narcóticos, Enio Walcácer.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.