Polícia Militar altera cronograma da primeira fase de concurso e explica mudança nos locais de prova


Número de cidades foi ampliado para evitar aglomerações e devido à dificuldade da banca em encontrar locais adequados para aplicação das avaliações. Certame oferece 1 mil vagas para o cargo de soldado. Polícia Militar durante operação no dia das eleições no Tocantins
PM/Divulgação
A Polícia Militar divulgou um novo cronograma com as prováveis datas para a primeira fase do concurso público que oferece 1 mil vagas para o cargo de soldado. Nesta quinta-feira (27) também foi anunciado o aumento no número de cidades que vão receber a primeira fase do certame. O edital com todas as informações foi publicado no Diário Oficial do estado.
As provas objetivas e a redação terão serão aplicadas no dia 6 de junho de 2021, às 13h. A duração será de 5 horas.
A divulgação do gabarito preliminar da prova objetiva e o padrão preliminar de respostas da prova de redação ocorrer no dia 8 de junho a partir das 19h.
O prazo para recursos será entre os dias 9 e 10 de junho.
O resultado final na prova objetiva e de resultado provisório na prova de redação serão divulgados no dia 29 de junho.
Os candidatos poderão consultar o próprio local de prova a partir do dia 1º de junho, no site do Cebraspe. Não há previsão de quando as próximas etapas do concurso serão realizadas.
Ainda conforme a PM, as datas e os períodos estabelecidos no cronograma são passíveis de alteração.
Novos locais de prova
Inicialmente as provas do concurso estavam previstas para Araguaína, Araguatins, Arraias, Gurupi e Palmas, mas agora serão aplicadas em 20 cidades, incluindo um local de aplicação fora do Tocantins, em Brasília (DF).
Durante uma coletiva realizada pelas redes sociais na manhã desta sexta-feira (28), o coronel Marizon Mendes Marques, presidente da comissão do concurso, afirmou que a ampliação de locais e redistribuição dos candidatos foi necessária para evitar grandes fluxos de pessoas. Além da dificuldade da banca em encontrar escolas e salas adequadas para realização das provas.
De acordo com a comissão do concurso, o critério de redistribuição dos candidatos levou em consideração o local onde o candidato mora. “Foi levado em consideração o local de prova mais próximo do candidato, justamente para evitar longos deslocamentos e como medida preventiva na questão da pandemia”, disse o coronel.
A mudança não vale para os candidatos que se inscreveram para o quadro de músicos e da saúde, que continuarão com as provas sendo realizadas exclusivamente em Palmas.
O concurso
O concurso da PM do Tocantins oferece mil vagas para soldados, sendo que 25 delas destinadas ao quadro de músicos, outras 25 para área da saúde, sendo 20 para técnico de enfermagem e cinco para técnico em saúde bucal. O efetivo operacional, portanto, será de 950 novos policiais.
Os salários iniciais, após os cursos de formação, são de R$ 3.330,99 devendo o militar ficar no mínimo 36 meses na graduação. Ao todo, 45.815 candidatos se inscreveram. Por causa da pandemia, as provas já foram adiadas duas vezes. Este concurso está sendo refeito porque o anterior, realizado em 2018, teve as provas anuladas por causa de fraudes.
Veja as cidades que terão provas do concurso
Araguaína
Araguatins
Augustinópolis
Axixá do Tocantins
Esperantina
Ananás
Arraias
Dianópolis
Natividade
Paranã
Taguatinga
Gurupi
Palmas
Guaraí
Miracema do Tocantins
Miranorte
Paraíso do Tocantins
Pedro Afonso
Porto Nacional
Brasília (DF)
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.