MPE abre investigação para apurar o sumiço de 155 doses de vacina contra Covid em Riachinho


Investigação foi aberta após vereadores aprovarem uma sindicância na Secretaria Municipal de Saúde. Município tem prazo de 10 dias para prestar esclarecimentos. Cidade de Riachinho fica no norte do Tocantins
Divulgação/Prefeitura de Riachinho
Uma investigação foi aberta pelo Ministério Público (MPE) para apurar o suposto desaparecimento de 155 doses de vacinas contra o coronavírus em Riachinho, no norte do Tocantins. O procedimento foi iniciado nesta segunda-feira (24) após a Câmara de Vereadores do município aprovar a abertura de uma sindicância na Secretaria Municipal de Saúde.
Segundo o MPE, o secretário de saúde Antônio Magalhães da Silva Filho e o vereador Valdean Oliveira da Costa, que apresentou o requerimento na Câmara, foram convocados para prestar os esclarecimentos no prazo de dez dias.
O parlamentar informou ao G1 que fez o pedido após um relatório apresentado pela coordenação de imunização aos vereadores na semana passada. Segundo ele, os números de vacinas recebidas e aplicadas não estavam batendo.
As doses supostamente teriam desaparecido de uma unidade de saúde. Não foi informado de qual fabricante são as vacinas desaparecidas. Segundo o MPE, denúncias ou informações sobre os imunizantes podem ser repassadas à promotoria de Justiça de Ananás.
O G1 vem tentando contato com a prefeitura de Riachinho desde a manhã de segunda-feira (24), por e-mail e telefone, mas sem retorno.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.