Prefeitos de 30 cidades do TO decidem manter aulas remotas até o fim do ano letivo de 2020, diz ATM


Associação criticou decreto do governo estadual e disse que oscilações nos números de contaminados não dão segurança ao retorno. Aulas serão mantidas no formato remoto pelo menos até o fim de junho. Decisão foi tomada durante reunião da ATM
Divulgação/ATM
A Associação Tocantinense de Municípios (ATM) informou que pelo menos 30 prefeituras em todo o estado decidiram manter as aulas nas redes municipais em formato remoto até o fim do ano letivo de 2020. Nestes municípios, os alunos ainda estão estudando os últimos conteúdos do ano passado e entregando as atividades que faltam. A previsão de conclusão é até o fim de junho.
A ATM demonstrou preocupação com o decreto do governo estadual que permite a retomada das aulas presenciais publicado na semana passada. “Está havendo oscilações de casos de contaminação na grande maioria dos Municípios, um sobe e desce de números que não traz nenhuma seguridade para o retorno de aulas presenciais neste término de ano letivo”, disse Diogo Borges, que é prefeito de Talismã e presidente da associação.
Outros gestores também criticaram a ação do Palácio Araguaia. “O Estado quer que o Município assuma suas responsabilidades em decisões que exigem planejamento e monitoramento”, disse a prefeita de Jaú do Tocantins, Luciene de Araújo. “Tenho 12 servidores do Estado lotados em escola estadual contaminados pelo Coronavírus” revelou o prefeito de Muricilândia, Alessandro Borges.
A decisão de manter as aulas remotas foi unânime entre os prefeitos que estiveram presentes na reunião extraordinária convocada para debater o assunto na terça-feira (18). A ATM espera que a adesão seja ainda maior, já que gestores de outros 40 municípios que não estavam representados no evento enviaram mensagens indicando que também não devem retomar as aulas neste momento.
Uma das principais críticas é a falta de vacinas aos profissionais da educação antes da retomada. Nesta quinta-feira (19) o governador Mauro Carlesse (PSL) sancionou um lei que coloca os profissionais nos grupos prioritários da vacinação, mas ainda não há data para o início desta etapa da campanha.
Em cidades de maior porte no estado e em Palmas a tendência observada é de retomada. Na capital, a prefeitura já anunciou aulas presenciais a partir do dia 31 de maio.
Veja as cidades que devem manter aulas remotas conforme a ATM
Abreulândia
Aguiarnópolis
Araguanã
Brasilandia
Centenário
Chapada da Natividade
Cristalândia
Divinópolis
Dois Irmãos
Figueirópolis
Goianorte
Jaú do Tocantins
Juarina
Marianópolis
Monte Santo
Muricilândia
Natividade
Peixe
Ponte Alta do Bom Jesus
Porto Alegre
Rio da Conceição
Rio do Bois
Rio Sono
Santa Fé do Araguaia
São Salvador
Sucupira
Taguatinga
Talismã
Tupirama
Wanderlândia
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.