Moradores têm dificuldades de entrar e sair da própria casa após serviço de pavimentação em Araguaína


No setor Tocantins, a rua Hortelã foi rebaixada para facilitar o escoamento de água, o que provocou um desnivelamento. Comunidade entrou na Justiça para obrigar município a construir novas calçadas. Moradores não conseguem entrar na própria casa após serviço de pavimentação em Araguaína
Em Araguaína, norte do Tocantins, moradores estão tendo dificuldades de entrar e sair da própria casa. Isso aconteceu depois de um serviço de pavimentação de ruas no setor Tocantins. O caso, que tem gerado transtornos, foi parar na Justiça.
O problema começou após a pavimentação da rua Hortelã. A rua foi rebaixada para facilitar o escoamento da água. Com isso, houve um desnivelamento entre o asfalto e a entrada das casas. A solução é construir novas rampas de acesso e calçadas.
O gerente administrativo Rodrigo Lopes é um dos moradores prejudicados. “A empresa veio, arrancou as nossas calçadas e nós estamos sem acesso à nossa própria casa”, disse.
Fotos tiradas antes da obra mostram como era o nível das casas. Agora, até os tijolos da base de sustentação da residência estão à mostra.
Moradores reclamam que não conseguem colocar os veículos na garagem. O professor Cleiton
Silva não sabe mais o que fazer. A casa dele também foi afetada depois da obra.
Moradores têm dificuldade para entrar e sair de casa após serviço de pavimentação
Divulgação
“O que a prefeitura quer é o seguinte, quer que nós baixemos lá de dentro da casa até aqui. Só que se eu for fazer esse serviço vai sair mais de R$ 5 mil. Aqui nesse setor nós temos residências que a prefeitura fez a rampa de acesso e as calçadas”.
Os moradores até que tentaram construir o acesso na calçada, mas não foram autorizados porque qualquer mudança precisa seguir as adaptações para pessoas com deficiência. Os moradores recorreram à Justiça.
“A gente entrou com um mandado de segurança para ver se a gente consegue entrar dentro da nossa própria casa. A gente não tem acesso, um transtorno enorme, minha esposa está correndo risco ao subir de moto e até quebrar uma perna. O poder público não se manifesta”, disse Rodrigo.
Enquanto não há uma decisão judicial, os moradores vão convivendo com o problema. “Eu espero que a prefeitura venha organizar, venha concluir o serviço porque quando nós compramos essa residência, tinha calçada e a rampa de acesso bonitinha”, argumentou o professor.
A Prefeitura de Araguaína disse que orientou os moradores sobre a implantação das calçadas e que as calçadas obedecem aos critérios de acessibilidade e mobilidade exigidos pela legislação brasileira e também da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).
Se mesmo assim, diz a prefeitura, houver dúvidas sobre o projeto das calçadas, a recomendação é que o morador procure a secretaria municipal de infraestrutura ou ligue no telefone 0800 649 2200.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.