Bebê intubada por pneumonia é transferida para UTI após decisão judicial: ‘está reagindo bem’, diz pai


A pequena Ana Sophia Costa Alves, de apenas três meses, luta pela vida desde que nasceu. Ana Sophia Costa Alves foi transferida para leito de UTI após decisão da Justiça
Arquivo pessoal
A pequena Ana Sophia Costa Alves, de apenas três meses, foi transferida para um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) após a família entrar com uma ação judicial. Ela estava intubada no Hospital Infantil de Palmas, na fila de espera por uma vaga, para tratar com urgência um quadro de pneumonia e bronquiolite.
O pai da criança Divino Wallison Alves da Silva, disse que a transferência ocorreu por volta de 22h30 e que a bebê já recebe tratamento no Hospital Cristo Rei, que é particular. Conforme a decisão da Justiça, o pagamento do leito de UTI pediátrico é custeado pelo Estado.
“A gente fica feliz que ela conseguiu a vaga. Depois que ela chegou lá nós conversamos com o médico e ele disse que ela está reagindo bem aos medicamentos. Ela continua sedada. Apesar de tudo, de estar passando por esse processo de sedação, emergência, nós estamos mais tranquilos. Minha filha está sendo acompanhada por bons médicos e estamos confiando que logo ela vai para casa. Tudo que é possível ser feito está sendo feito”, disse o pai.
Divino lembra dos momentos de desespero que passou até que a Justiça obrigasse o Governo a providenciar um leito para Ana Sophia. “Foi muito desgastante. É uma pena ter que entrar na justiça para conseguir uma vaga num hospital. É um bebê de apenas três meses”.
Ele conta que a esposa também melhorou. Preocupada e em estado de choque, ela chegou a ser hospitalizada ao saber que a primeira filha do casal precisava de um leito que não estava disponível.
O pai afirmou que mesmo antes da transferência, a filha recebeu um bom tratamento no hospital público onde iniciou o tratamento. “Nossa gratidão aos médicos do Hospital Infantil. Apesar de uma estrutura que não é tão boa, eles se doam ao máximo pelas vidas”.
Histórico da pequena Ana Sophia
Ana Sophia Costa Alves foi diagnosticada com pneumonia e bronquiolite
Arquivo pessoal
Ana Sophia Costa Alves nasceu no dia 21 de janeiro deste ano. A família conta que desde que nasceu a criança enfrenta vários problemas de saúde. Logo depois do parto foi notado que ela tinha um tipo de insuficiência respiratória e nos primeiros 15 minutos após o nascimento ela precisou utilizar aparelho que auxiliasse para melhorar a respiração.
Após a alta médica, os pais perceberam que ela apresentava cansaço, além de tosse e secreção. No último dia 29 de abril ela também teve sintomas gripais e no atendimento médico foi colocada em isolamento por suspeita de Covid-19. O exame testou negativo para a doença, mas ela foi diagnosticada com pneumonia e bronquiolite.
Ana Sophia foi encaminhada para a emergência e por causa da agitação e dos riscos ter uma parada cardíaca, precisou ser intubada.
Por causa da gravidade do quadro, os médicos disseram que a paciente precisava continuar o tratamento em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas por falta de vaga a bebê ficou na fila da regulação por mais de 24 horas.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.