ONG pede ajuda para custear raio-x de cão resgatado em cisterna: ‘Não sabemos quanto tempo ficou lá dentro’


Cachorro tem ferimentos na pata, mas o grupo de voluntários não sabem se ele sofreu alguma fratura após a queda de 9 metros. Cachorro retirado de cisterna teve ferimentos e foi resgatado por Ong
O cão que foi retirado de uma cisterna de 9 metros de profundidade nesta terça-feira (27), no centro de Palmas, foi resgatado por uma voluntária de uma ONG e levado para uma clínica veterinária. Segundo a mulher, o animal está com ferimentos e antes de ser levado para a consulta ele gemia de dor. (Assista acima)
Depois de ser examinado o cachorro foi levado para um abrigo, onde é alimentado e toma medicações. Ainda não foi possível saber se o animal teve fraturas. Isso porque os cuidadores não têm dinheiro suficiente para arcar com todos os exames clínicos necessários.
Giane Oliveira, presidente da Ong Arca da Vida, disse que almoçava perto da área do resgate, na Acso 11, antiga quadra 103 Sul, quando soube do caso e resolveu ir ao local. Ela contou que após ser retirado do buraco pelos bombeiros, o animal deu alguns passos, mas logo caiu.
Cachorro retirado de cisterna ficou ferido
Reprodução/Ong Arca da Vida
Giane colocou o cachorro em um carro e o levou para uma clínica. A voluntária conta que ele foi medicado e não tem fraturas aparentes.
“O ideal seria fazer um raio-x. A pata dele está machucada. A médica examinou e acha que não teve fratura. Eu fiz o que eu pude, o que estava ao meu alcance. A única ajuda que tive hoje foi uma carona para levar o cachorro no veterinário. Os custos são muito altos e para animal de grande porte é maior ainda”, contou Giane. Quem puder ajudar, deve entrar em contato com a página da Ong no Instagram.
Cachorro foi levado a uma clínica em Palmas após ser regayado de cisterna
Divulgação/Giane Oliveira
Ela disse que vai observar como o animal vai reagir aos medicamentos. “Ele está em observação no abrigo mesmo. Parece que está muito apavorado por causa da queda e de tudo que aconteceu. Nós não sabemos quanto tempo ele ficou lá dentro do buraco”.
Giane acredita que o animal tenha um tutor e espera poder encontrá-lo. “Parece ser bem cuidado, não é magro e nem tem carrapatos. Espero que a gente encontre o dono logo”, disse a cuidadora.
Não se sabe ao certo se o cachorro caiu ou se foi arremessado dentro do buraco e quanto tempo ele ficou na cisterna.
Cisterna aberta em que cachorro caiu
Evandro Mendes/TV Anhanguera
O resgate
O animal foi retirado do buraco nesta terça-feira (27). A cisterna sem nenhuma proteção fica em uma área aberta na Acso 11, que está sendo utilizada como estacionamento.
O animal foi encontrado por um homem que passava no local e ouviu os latidos do cão. O animal era de grande porte e os bombeiros tiveram trabalho para retirá-lo. O resgate demorou pelo menos uma hora e o cachorro ficou bastante assustado após sair do buraco. Alguns moradores tentaram dar água, mas ele rejeitou e logo saiu andando pela rua.
Bombeiros resgatando animal que caiu em cisterna
Evandro Mendes/TV Anhanguera
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.