Mulher é suspeita de atear fogo no corpo da namorada

Uma mulher de 44 anos sofreu queimaduras em 46% do corpo e foi encaminhada em estado grave para o hospital. A principal suspeita de ter agredido a vítima é a namorada dela. A polícia recolheu o depoimento da investigada, mas ela foi liberada em seguida. Conforme o relato, a mulher teria colocado fogo na companheira após descobrir supostas traições em mensagens no celular.

O caso aconteceu na segunda-feira (5), em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. No entanto, a polícia foi acionada apenas na quinta-feira (8), quando a Delegacia de Proteção à Mulher (Deam) passou a investigar o ocorrido.

Segundo a polícia, a vítima acordou com o corpo e chamas e correu para o banheiro da casa. A suspeita ainda teria oferecido uma pomada para namorada. Em seguida, a vítima disse que estava bem e pediu para a namorada comprar cerveja. Porém, segundo ela, isso foi um pretexto para pedir socorro.

Apesar de ter confessado a autoria do crime, a agressora não foi presa, pois não houve flagrante. A suspeita deve responder por tentativa de feminicídio qualificado, já que a motivação por ciúmes é considerada banal. De acordo com familiares do casal, elas estavam juntas há sete anos, e a relação era conturbada, com agressões físicas e verbais.

O post Mulher é suspeita de atear fogo no corpo da namorada apareceu primeiro em Jornal de Brasília.


Leia matéria na íntegra no Site Portal de Brasília

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.