Agentes entram em casas abandonadas e acham mais de 30 focos do Aedes em Palmas


Fiscalização foi realizada em vários pontos da capital. Os agentes recolheram amostras das larvas que serão encaminhadas para análise. Agentes entram em casas abandonadas e encontram focos do Aedes, em Palmas
Divulgação/Prefeitura de Palmas
Agentes de endemias fizeram entrada forçada em quatro imóveis e encontraram mais de 30 focos do mosquito Aedes Aegypti, em Palmas. A fiscalização foi realizada, nesta terça-feira (6), nas seguintes quadras: Arno 21 (antiga 203 Norte), ACSU-NO 10 (101 Norte), Arne 14 (110 Norte) e Arso 111 (1103 Sul).
A ação foi realizada com apoio de um chaveiro, para preservar a integridade dos imóveis. Em uma das casas inspecionada pelos agentes da Unidade de Vigilância e Controle de Zoonozes, localizada na Arne 14, a equipe encontrou vários pneus com água e duas latas de tinta com água, todos com focos do Aedes.
De acordo com o agente de Endemias, Eder Castro, em outro imóvel, este na Arno 21, foram encontrados três focos em recipiente plástico e em um fogão velho.
A casa na quadra ACSU-NO 10 estava com mato alto. No local, foram identificados dois focos do mosquito, em buracos no chão. As larvas foram tratadas pelos agentes.
Agentes recolheram larvas e encaminharam para análise, em Palmas
Divulgação/Prefeitura de Palmas
Na quadra Arso 111, o lote estava com mato alto e um foco foi encontrado em um vaso sanitário abandonado no terreno.
Os agentes recolheram amostras das larvas que serão encaminhadas para análise. “Recebemos os endereços por meio das notificações dos agentes de campo, em seguida fazemos a verificação para sabermos se é casa para venda, aluguel ou ingresso forçado. Neste último caso a gente faz a vistoria nos quintais e caso tenhamos que fazer a eliminação das larvas, já realizamos esse tratamento também”, esclarece Eder Castro.
Desde a aprovação da Medida Provisória Nº 712/2016 é permitido o ingresso de agentes de endemias em imóveis públicos e particulares abandonados ou em locais onde o proprietário não esteja para garantir o acesso, para realização de ações de combate ao zika vírus, à dengue e à febre chikungunya.
Dicas de como manter o ambiente livre do Aedes:
Cuidados dentro das casas e apartamentos
Tampe os tonéis e caixas d’água;
Mantenha as calhas sempre limpas;
Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;
Mantenha lixeiras bem tampadas;
Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;
Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia;
Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;
Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa
Área externa de casas e condomínios
Cubra e realize manutenção periódica de áreas de piscinas e de hidromassagem;
Limpe ralos e canaletas externas;
Atenção com bromélia, babosa e outras plantas que podem acumular água;
Deixe lonas usadas para cobrir objetos bem esticadas para evitar formação de poças d’água;
Verifique instalações de salão de festas, banheiros e copa.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.