Secretária diz que vacinação em Tocantinópolis está em ritmo lento e pede envio de mais doses


Maria Vandecy disse que cidade aguarda o envio de novas remessas para poder acelerar a vacinação. Secretária de saúde de Tocantinópolis fala sobre a vacinação no município
A secretária de saúde de Tocantinópolis, Maria Vandecy, disse ao Jornal Anhanguera 1ª Edição desta quarta-feira (3) que a vacinação contra a Covid-19 na cidade está em ritmo lento. Ela informou que o município recebeu poucas doses e que aguarda o envio das novas remessas para poder acelerar o processo. (Veja o vídeo acima)
“A quantidade de doses que chega não é o suficiente para estar atendendo a estas demandas. A gente tá tendo um pouco de dificuldade neste sentido. Também pela cobrança da população de que estas doses cheguem”.
A gestora relata ainda um problema semelhante ao de Tocantínia, que tem enfrentado recusa de vacinas por parte da população indígena. Ela disse que notícias falsas acabaram tumultuando o processo e confundindo a população.
A cidade já recebeu pouco mais de 2,6 mil doses e até esta terça-feira (2), segundo a secretária, tinha aplicado aproximadamente 1,9 mil.
O Jornal Anhanguera 1ª Edição está realizando uma rodada de entrevistas com representantes das 139 prefeituras do Tocantins para falar sobre a campanha de imunização contra a Covid-19.
O objetivo do projeto é esclarecer o andamento da aplicação das doses, quais são os grupos que já podem se vacinar e também os principais desafios encontrados pelas prefeituras na vacinação.
Maria Vandecy, secretária de saúde de Tocantinópolis
Reprodução/TV Anhanguera
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.