Corpo de idosa é violado após ser retirado de túmulo em cemitério de Natividade


Funcionários de funerária teriam encontrado preservativo ao lado do corpo. Perícia coletou material genético no local e caso deve ser investigado pela Polícia Civil. Caso foi registrado no cemitério de Natividade
Reprodução/Rede Social
A sepultura e o corpo de uma idosa de 71 anos foram violados no cemitério de Natividade, na região sudeste do estado, entre a noite de segunda-feira (22) e madrugada desta terça-feira (23). Um preservativo foi encontrado no local e há suspeita de que o corpo tenha sido alvo de necrofilia.
A idosa morreu na madrugada de segunda-feira (22) em Palmas, após ser internada em um hospital particular com problemas cardíacos e contrair uma infecção generalizada. O sepultamento aconteceu durante a tarde, por volta das 17h.
Um filho da idosa, que pediu para não ser identificado, contou ao G1 que recebeu uma ligação da funerária por volta das 8h30 da manhã desta terça-feira (23). Quando chegou ao cemitério, o homem viu o caixão aberto e o corpo da mãe, coberto, ao lado do túmulo.
“Depois a dona da funerária disse que havia um preservativo ao lado do corpo e estavam desconfiando que houve a violação”, contou.
A Polícia Militar foi chamada e isolou o local até a chegada da perícia. Material genético foi coletado pelos peritos e o caso registrado pelos filhos na delegacia da Polícia Civil de Natividade.
O G1 solicitou informações para a PM e para a Polícia Civil e aguarda resposta. Se for identificado, o responsável pelo ato poderá responder pelo crime de vilipêndio a cadáver, que prevê prisão de até três anos.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.