Djokovic conquista o Aberto da Austrália pela nona vez

O Aberto da Austrália chegou ao fim com mais uma conquista do tenista sérvio Novak Djokovic, atual número um do mundo. Com a vitória sobre o russo Daniil Medvedev por três sets a zero (7/5, 6/2, 6/2), Djokovic chegou ao seu nono título do Australian Open e agora acumula 18 grand slams (torneios de ponta), apenas dois a menos que seus principais rivais, o suíço Roger Federer e o espanhol Rafael Nadal.

Apesar de ter oferecido resistência no primeiro set, Medvedev foi superado pelo sérvio, que estava em um dia perfeito e levou com facilidade os dois sets seguintes. Com a vitória de hoje, Djokovic, de 33 anos, mantém uma impressionante invencibilidade em terras australianas: ele venceu todas as noves finais que disputou. O campeão quase não conseguiu avançar no torneio por causa de um problema no abdômen na primeira semana que quase o tirou da competição. O Aberto da Austrália foi cercado de problemas com diversas ameaças de cancelamento devido a casos de Covid-19 que eclodiram entre organizadores e equipes técnicas.

Na final feminina, a japonesa Naomi Osaka, de 23 anos, venceu o torneio australiano pela segunda vez. Ela bateu a americana Jennifer Brady, conquistando assim seu quarto grand slam. Tanto a final feminina quanto a masculina foram disputadas em Melbourne neste domingo.

 

Continua após a publicidade

Leia esta e muitas outras notícias na Coluna de Esportes da Revista Veja
Autor: Da Redação

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.