Operação da PF investiga fraudes no pagamento do auxílio emergencial e cumpre mandados no interior do TO


Quatro mandados de busca e apreensão são cumpridos em Colinas do Tocantins, Araguanã e São Miguel do Tocantins. PF faz operação para combater fraudes no pagamento do auxílio emergencial em 4 estados
A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira (18) a operação ‘Terceira Parcela’, que investiga fraudes no pagamento do Auxílio Emergencial. Quatro mandados de busca e apreensão são cumpridos em Colinas do Tocantins, Araguanã e São Miguel do Tocantins, além de cidades de Minas Gerais, Bahia e Paraíba.
No Tocantins, cerca de 20 policiais cumprem os mandados expedidos pela 2ª Vara Criminal da Subseção Judiciária de Araguaína.
Os trabalhos buscam identificar os pagamentos indevidos e as tentativas de cadastramento irregulares para identificar a atuação de organizações criminosas que causam prejuízos aos programas assistenciais.
Segundo a apuração da polícia, a suspeita é que criminosos usavam recursos do benefício, de pessoas que não tinham solicitado a ajuda, e usavam os valores para o pagamento de boletos.
A PF informou que todos os pagamentos realizados de forma indevida serão analisados e orientou que quem recebeu parcelas sem preencher os requisitos necessários deve realizar a devolução do dinheiro. Os investigados poderão responder pelos crimes de furto mediante fraude com pena de até 8 anos de prisão.
As ações fazem parte de uma estratégia integrada. Além da PF, participam o Ministério Público Federal, Ministério da Cidadania, Caixa Econômica Federal, Receita Federal, Controladoria-Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas da União (TCU).
PF cumpre mandados de busca e apreensão no interior do Tocantins
Divulgação/Polícia Federal
As operações
A Operação ‘Terceira Parcela’ conta com a participação de mais de 200 policiais em todo o Brasil e é uma continuidade de outras duas operações deflagradas pela Polícia Federal no ano passado. No dia 10 de novembro a Operação “Primeira Parcela” ocorreu no Tocantins, Bahia e São Paulo. Na época foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão e quatro pessoas foram presas.
No dia 10 de dezembro durante a Operação ‘Segunda Parcela’, a Polícia Federal enviou equipes para investigar as fraudes ao Auxílio Emergencial no Tocantins e em mais 13 estados: Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba, Espírito Santo, Bahia, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Rio Grande do Sul, Maranhão, Piauí e Mato Grosso do Sul.
Foram cumpridos 42 Mandados de Busca e Apreensão, 13 Mandados de Sequestro de Bens e sete pessoas foram presas.
Durante a segunda etapa da operação foi determinado o bloqueio de valores de até R$ 650 mil, em diversas contas que receberam benefícios fraudados.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.