Pacientes se desesperam à espera de cirurgias eletivas no TO: ‘Já perdi meu olfato, paladar e audição’


Cerca de 5,4 mil pessoas seguem aguardando por um procedimento no Tocantins. A espera angustia quem espera voltar para casa com saúde. Com as cirurgias eletivas paralisadas, mais de 5 mil pacientes aguardam procedimento no TO
Cerca de 5,4 mil pessoas esperam na fila para fazer uma cirurgia eletiva, em todo o Tocantins. Por causa disso, os problemas de saúde dos pacientes acabam se agravando. Em alguns casos, eles aguardam no hospital a realização do procedimento. A espera causa angústia em quem espera voltar para casa com saúde.
A Vera Lúcia Pereira é uma das pacientes que aguardam na fila por uma cirurgia. Ela é de Gurupi, sul do estado, mas está internada no Hospital Geral de Palmas há cerca de 40 dias. Ela tem microcefalia e um tumor no cérebro.
“Já perdi meu olfato, paladar e a audição. Estou perdendo a visão também, meu lado esquerdo também está comprometido por causa do tumor, que está no tronco cerebral. Eu preciso fazer essa cirurgia, eu tenho necessidade de fazer essa cirurgia. Eu tenho convulsão, tenho várias coisas que nem voltar para casa, eu posso. Sem a cirurgia, não”.
Moradora de Santa Maria do TO aguarda há mais de 30 dias por cirurgia no HGP
Reprodução
A dona Rosalina Ferreira é de Santa Maria do Tocantins e também está no HGP à espera de uma cirurgia de uma glândula que fica na cabeça. É a segunda vez que ela é internada. “Estou com 32 dias aqui, é muito perigoso, sou de idade, estou com as pernas fracas, não consigo andar só”.
Segundo a Secretarial Estadual da Saúde, as cirurgias estão suspensas por causa das orientações do Ministério da Saúde em relação à Covid-19. Informou ainda que faz estudos para retomar os atendimentos. Quem vê de perto a fila só crescendo cobra providências.
“Deixei uma criança de 8 meses em casa, eu não vi mais depois que saí de casa. Eu tenho esperança de ir embora, mas eu preciso de ajuda”, disse Vera Lúcia.
Sobre a situação específica das duas pacientes mostradas na reportagem, a Secretaria Estadual da Saúde, por meio do Hospital Geral de Palmas, informou que elas estão sendo atendidas pela equipe multiprofissional da unidade hospitalar. Disse que a paciente Rosalina está com procedimento agendado para essa semana. Já a Vera Lúcia aguarda cirurgia na lista de regulação estadual para fazer o procedimento.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.