Secretária diz que 65% das cidades do TO têm baixos índices de Covid: ‘Justifica um município não ter nenhum caso e não ter aula presencial?’


Live realizada nesta quinta-feira explicou a pais e professores sobre a volta das aulas presenciais. O retorno será optativo e gradativo, a partir do dia 8 deste mês. Secretária estadual da educação fala sobre retorno das aulas presenciais, durante live
Reprodução
Durante live realizada na manhã desta quinta-feira (4), a secretária estadual da educação Adriana Aguiar reforçou que o retorno das aulas presenciais na rede estadual será gradativo e optativo, a partir do dia 8 deste mês. Disse ainda que 65% dos municípios do Tocantins apresentam baixos índices de Covid-19, sendo que 24 cidades não detectaram nenhum caso nos últimos dias. “Justifica um município não ter nenhum caso e não ter aula presencial, com toda a segurança necessária?”, questionou.
A live teve como tema “Ações de biossegurança, segurança e monitoramento da Covid nos ambientes escolares” e foi destinada a profissionais da educação, pais e alunos da rede estadual. Mais de 4 mil pessoas participaram, de várias cidades do estado.
“Nós temos 24 municípios que não tem nenhum caso de Covid. Precisamos olhar agora para cada realidade de forma diferenciada. Não é justo que o aluno desses 24 municípios fiquem impedidos de ir para a escola em decorrência dos índices dos grandes centros. Eu tenho 19 municípios que têm apenas um caso. Essa semana faremos contato com 65% dos municípios que têm índices baixíssimos de casos de Covid e que os comitês precisam conversar, avaliar e analisar esses dados”.
Adriana disse que não vai tratar os municípios de forma igualitária e que há a necessidade de olhar para cada realidade. Por isso, o retorno será gradativo. A gestora também enfatizou que os pais poderão decidir se enviarão o filho para a escola, mas recomendou que antes, os responsáveis visitem a unidade, conversem com os professores e vejam se tem segurança.
“O retorno é opcional. Se o pai não sentir segurança em enviar seu filho para a escola, pode manter o filho em casa. Nós continuaremos com o ensino não presencial a este aluno”.
Também participaram da live o secretário executivo da educação Robson Vila Nova; o secretário estadual de saúde Edgar Tollini e o infectologista Rafael Albuquerque.
O médico explicou que o ambiente escolar é naturalmente seguro, já que crianças têm baixa transmissibilidade de Covid-19.
“Nos lugares que as escolas não pararam ou nos locais que as escolas já voltaram, nós não tivemos surtos de Covid relacionados ao ambiente escolar. A criança é naturalmente mais protegida e não é uma transmissora importante da Covid-19. Daí que vem toda uma recomendação das Sociedades de Pediatria, da Unicef e de outros órgãos recomendando tão fortemente as aulas presenciais. É baseado em dados que a gente já tem de segurança”, explicou Rafael.
De março até esta quinta-feira, o estado contabilizou 1.402 óbitos e 103.616 diagnósticos por Covid-19.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.