Candidatos do TO relatam dificuldades em fazer Enem durante a pandemia: ‘complicado para respirar’


Tema da redação foi ‘o estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira’. Segundo dia de provas será no próximo domingo (24). Paulo Cézar dos Reis Vale fez Enem no Colégio Militar
Mayky Araújo/ TV Anhanguera
Alguns candidatos que fizeram a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste domingo (17) no Tocantins disseram ter tido dificuldades com as questões e com o desconforto ocasionado pelo uso da máscara de proteção. O estudante Paulo Cézar dos Reis Vale disse que não foi fácil se concentrar usando o item. “É complicado para respirar. Me incomodou”, disse.
Ao longo do dia houve problema de queda de energia elétrica na Escola Municipal Aldair Lúcio, em Gurupi, no sul do estado.
Segundo o Sistema Integrado de Operações (Siop), que monitorou as unidades de ensino, a energia foi interrompida por volta de 14h20 após uma árvore cair sobre uma rede elétrica durante a chuva. O fornecimento de energia foi normalizado em 30 minutos e não foi necessário suspender a aplicação.
A prova teve início às 13h30 e os estudantes podem na sala até 19h. Este ano o tema da redação foi ‘o estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira’. Os candidatos tiveram que fazer um texto dissertativo-argumentativo, apresentar opiniões e organizar a defesa de um ponto de vista. Veja comentários de professores
Além da redação, os candidatos também precisaram responder 90 questões de linguagens e de ciências humanas.
A estudante Regina Peronico, que fez a prova no Colégio Militar em Palmas, disse que o mais difícil foi ter que lidar com a Covid-19 do que com as questões. Segundo ela, a pandemia deixou os candidatos incomodados e inseguros.
Paulo Cézar também acha que foi prejudicado.
“Foi uma prova diferente dos anos anteriores. Espero que no próximo ano não seja assim e que estejamos em uma situação melhor”, disse.
O jovem conta que não conseguiu se preparar para fazer uma boa prova. “O ano passado foi um ano perdido para quem tinha o hábito de ir à escola e não foi a mesma coisa de estudar online. E continuou um nível bem alto e muitas pessoas vão ser prejudicadas por isso”, disse.
Segundo o Sistema Integrado de Operações monitorou escolas durante o Enem
Divulgação/SSP
Neste ano, mais de 58 mil candidatos se inscreveram, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
O segundo dia de provas presenciais será no próximo domingo (24), quando serão aplicadas as provas matemática (45 questões) e ciências da natureza (45 questões).
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.