Polícia Civil investiga se sargento da PM matou a esposa e depois tirou a própria vida


Inquérito para investigar o caso foi aberto pela 1ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa. Corpos foram encontrados por vizinhos após discussão e disparos em casa. Sargento estava na PM desde 2001
Arquivo Pessoal
A 1ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (1ª DHPP) de Palmas abriu um inquérito para investigar a morte do 2º sargento da Polícia Militar Wilson da Silva Rocha, de 43 anos, e da esposa dele, Ana Paula Cerqueira Moreira, de 51 anos. A linha de investigação é de que houve um feminicídio seguido de suicídio.
Os dois foram encontrados mortos após vizinhos terem ouvido uma discussão e disparos de arma de fogo. O crime aconteceu em uma casa na quadra 1.203 Sul, na noite desta sexta-feira (15). De acordo com a Polícia Civil, o casal estava a sós em casa.
As vítimas foram encontradas por vizinhos, que chamaram a Polícia Militar.
A Polícia Civil informou que compareceu ao local juntamente com a perícia técnica para começar a apurar o que aconteceu. Os corpos foram levados para o IML de Palmas e liberados para os parentes. O casal deixa dois filhos.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.