Terceirizados que atuam nas UTIs de Covid em Palmas, Araguaína e Gurupi estão trabalhando com salários atrasados


Eles são funcionários do instituto contratado pelo governo do estado em agosto de 2020, sem licitação, por R$ 33 milhões. Organização afirma que não está recebendo repasses estaduais. Leitos de UTI em hospital público do Tocantins
Reprodução/TV Anhanguera
Funcionários terceirizados que trabalham nas UTIs públicas de Covid-19 dos hospitais em Palmas, Araguaína e Gurupi estão reclamando de atrasos nos salários. O problema começou ainda em outubro do ano passado. O salário de dezembro, por exemplo, só foi pago no dia 22, segundo um profissional que pediu para não ser identificado.
Em janeiro de 2021, eles ainda não receberam os vencimentos. Os atrasos também têm impactado o vale alimentação e deixado muita gente em situação complicada.
“Nós estamos aqui dentro da UTI, na linha de frente sem receber. É uma falta de respeito muito grande conosco. UTI lotada. Tem colaborador que tem apenas esse vínculo, além de que nós também estamos correndo grande risco de vida aqui dentro”, comentou o profissional.
A informação é de que os atrasos ocorrem entre várias categorias, como enfermeiros, técnicos, funcionários administrativos, entre outras.
Os profissionais que atuam nas UTIs do Hospital Geral de Palmas e nos hospitais regionais de Araguaína e Gurupi são funcionários do instituto Isac. A organização foi contratada pelo governo do estado, sem licitação, em agosto do ano passado pelo valor de R$ 33 milhões.
O instituto informou que o problema vem sendo causado devido à falta de repasses por parte do governo do estado.
“O ISAC – Instituto Saúde e Cidadania informa que está aguardando o repasse da Secretaria de Saúde do Tocantins referente às competências de novembro e dezembro, para efetuar o pagamento dos colaboradores que estão atuando nas UTIs Covid-19 nos hospitais regionais de Gurupi e Araguaína, assim como no Hospital Geral de Palmas”, informou em nota.
O instituto disse que em dezembro recebeu um repasse parcial referente a folha de novembro e por isso conseguiu pagar os salários, mas desde então aguarda um novo repasse. Afirmou ainda que quando houver confirmação de crédito em conta, imediatamente, fará o pagamento dos profissionais referente ao mês de dezembro.
O G1 questionou o motivo dos atrasos e quando o problema seria resolvido. A Secretaria de Estado de Saúde enviou nota afirmando que: “que recebeu a prestação de contas do Instituto Saúde e Cidadania (ISAC), a qual está sob análise da equipe técnica da Pasta, para posterior repasse financeiro.”
O estado não informou quando fará o pagamento.
Nota do Isac
O ISAC – Instituto Saúde e Cidadania informa que está aguardando o repasse da Secretaria de Saúde do Tocantins referente às competências de novembro e dezembro, para efetuar o pagamento dos colaboradores que estão atuando nas UTIs Covid-19 nos hospitais regionais de Gurupi e Araguaína, assim como no Hospital Geral de Palmas.
Em dezembro, o ISAC recebeu um repasse parcial referente à competência de novembro, que possibilitou o pagamento da folha. Desde então, aguarda novo repasse e quando confirmado o crédito em conta, o pagamento dos profissionais, referente à competência de dezembro, será realizado de imediato.
O ISAC lamenta o atraso ocorrido, afinal, o seu compromisso é de pagar em dia todos os profissionais. De forma que se solidariza com os colaboradores e lembra que, por se tratar de recuso público para gestão específica por projeto, só pode efetuar o pagamento com recurso do contrato.
Para cada projeto que o ISAC gerencia é aberta uma conta específica e apenas os recursos do próprio contrato podem ser usados para pagamentos e manutenção do serviço. Por uma questão legal, o ISAC é proibido de usar o recurso de outro contrato para pagar as despesas, inclusive de pessoal.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.