Número de endividados cai 13% em Palmas no ano de 2020, aponta pesquisa da CDL


As vendas no ano de 2020 também reduziram em 0,3%. Queda não foi tão significativa, considerando os impactos da pandemia, avalia especialista. Número de endividados caiu 13% em Palmas; empresários torcem por um cenário melhor em 2021
As vendas do comércio caíram em 2020. Mas, em compensação, o número de endividados também reduziu em 13% na capital. É o que revela uma pesquisa feita pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Palmas.
O comércio de Palmas fechou o ano no vermelho. Conforme a pesquisa, as vendas caíram em 0,3%. No entanto, se levar em consideração os impactos da pandemia da Covid-19 e o fechamento dos estabelecimentos, a redução não foi tão significativa.
“Os seis primeiros meses realmente teve uma retração na economia muito grande, algumas empresas demitiram. No segundo semestre foi muito melhor, teve a ajuda do governo, com o auxílio emergencial. Então 0,3% não foi tão ruim comparando com o que aconteceu nos seis primeiros meses”, disse o diretor da CDL, Van Ricardo Inácio.
A gerente Patrícia Sousa concorda que o ano não foi nada fácil. No início da pandemia, a loja, onde ela trabalha, ficou com as portas fechadas por cerca de duas semanas.
“Todo mundo ficou pensando: ‘O que vamos fazer’? Porque é uma crise sanitária e automaticamente ela vai puxar para a economia. Então, a gente enfrentou o desconhecido no meio do processo”, disse ela.
Empresários esperam por um cenário econômico melhor em 2021
Reprodução
O jeito foi se reinventar e arrumar outras formas para alcançar o consumidor. “No meio disso tudo a gente ficou fazendo venda online e interna dentro da loja”.
Mas, os negócios de fim de ano puxaram a alta nas vendas. Os consumidores aproveitaram as promoções da Black Friday, além do Natal, que é uma das principais datas para o comércio.
Mesmo assim, os moradores de Palmas estavam cautelosos. A pesquisa da CDL aponta que o número de novos endividados caiu cerca de 13%.
“Nós gastamos de acordo com aquilo que a gente estava usando. Não fizemos gastos extrapolados. Eu, particularmente, consegui juntar um dinheiro e pagar todas as minhas contas, todas as minhas dívidas, graças a Deus”, disse a estudante Vitória Albuquerque.
Com o receio e a incerteza da pandemia, a Walbenia Lemos segurou os gastos. “Eu saí para fazer compras, mas comprei só o essencial. Agora no início do ano, estou aproveitando as promoções”.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.