Motoristas estacionam veículos em vagas erradas e causam transtorno no trânsito de Gurupi


Mesmo com placas e sinalização no asfalto, carros são deixados em vagas exclusivas para estacionar motocicletas. Carro foi estacionado sobre vagas exclusivas para motocicletas
Reprodução/TV Anhanguera
Motoristas que não respeitam sinalizações de trânsito estão causando transtorno nos estacionamentos em avenidas de Gurupi, na região sul do estado. É que condutores estão deixando os veículos em vagas exclusivas para outros tipos de automóveis. (Veja o vídeo)
As vagas específicas para motocicletas foram delimitadas em julho de 2019. Placas nos locais indicam que quem não obedece a sinalização pode ser multado e ter o carro guinchado, mas ainda assim as irregularidades ainda são comuns no centro da cidade.
Mesmo com a sinalização também no asfalto, motoristas deixam os carros sobre as faixas que indicavam que o espaço deve ser utilizado somente por motociclistas.
Com a infração, quem precisa da vaga reclama. Os mototaxistas são os mais prejudicados. “Acontece muitas vezes. O pessoal para, a gente pede para sair. Muitos ignoram, já agem com ignorância. Falam: ‘se quiser multar, multa. Chama a polícia’. E muitas vezes a gente tem que estacionar a moto em outro lugar porque a nossa vaga está cheia. Mesmo o pessoal vendo os cones, a faixa amarela, a placa, mas o pessoal estaciona e não dá moral para a gente”, reclamou o mototaxista Reinaldo Alexandre.
Outra regra de trânsito em Gurupi é que motociclistas não podem parar ou estacionar na avenida Goiás entre 7h e 19h. Mas algumas pessoas acabam insistindo e cometendo a infração.
Motoristas estacionando de forma irregular causam problemas no trânsito em Gurupi
Neiva Santos afirma que os espaços deveriam ser fiscalizados. “Eu também nunca vejo fiscalização. Porque se eu estacionar na [avenida] Goiás eu vou ser multada. Fizeram esse lugar aqui próprio para estacionar moto, mas não está acontecendo. A gente chega nos lugares e no lugar das motos estão os carros”, disse a microempreendedora.
A vendedora Juliana Saraiva acredita que para tudo fluir bem, todos precisam seguir as normas. “Se você tem um carro e estaciona no lugar que é da moto, a moto não vai ter lugar para estacionar e vai estacionar no lugar de outro carro. E aí fica sem lei, né? Cada um estaciona onde dá para estacionar”, disse.
O que diz a Prefeitura de Gurupi
A Agência Municipal de Trânsito e Transportes (AMTT) de Gurupi afirmou que a fiscalização nunca parou e que dos 16 fiscais, 14 estão trabalhando e dois foram afastados por causa da Covid-19. Informou ainda que nenhum tipo de trabalho deixou de ser realizado.
“Nem o educativo e nem o repreensivo. O que aconteceu foi a diminuição realmente do fluxo, no mês de dezembro, mês de novembro, durante todo este ano da pandemia e agora com o ano de 2021, muitas atividades se intensificaram. A gente também tem as nossas contingências normais dentro do nosso serviço operacional, mas nós não deixamos, em momento algum, de fazer esse trabalho já nesta nova gestão de 2021”, explicou o sargento Jenilson, que é presidente da AMTT.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.