Ex-prefeito de Taguatinga é condenado por não repassar dinheiro de empréstimos dos servidores para bancos


Eronides Teixeira de Queiroz foi prefeito da cidade entre 2013 e 2016. Ele terá que ressarcir os valores, pagar uma indenização e perdeu os direitos políticos por seis anos. Ex-prefeito de Taguatinga, Eronides Teixeira de Queiroz
Reprodução/Facebook
O ex-prefeito de Taguatinga, Eronides Teixeira de Queiroz (Sem partido), foi condenado por descontar dinheiro dos salários de servidores para pagamento de empréstimos consignados, mas não repassar os valores aos bancos. A decisão do juiz Gerson Fernandes Azevedo, da 1ª Vara Cível de Taguatinga, foi tomada nesta segunda-feira (24).
Queiroz foi prefeito da cidade entre os anos de 2013 e 2016. Neste período, ele teria deixado de repassar valores que chegam a R$ 388 mil à Caixa Econômica Federal. Boa parte destes valores já tinha sido devolvido em ações judiciais individuais movidas pelos funcionários públicos.
A nova decisão é referente a um processo coletivo de danos morais e improbidade administrativa. Ele foi condenado a ressarcir os valores dos juros e multas que os servidores tiveram que pagar ao banco, ao pagamento de indenização e também perdeu os direitos políticos por seis anos.
O total do valor que deverá ser pago por Eronides Teixeira de Queiroz passa de R$ 56 mil. O G1 tentou contato com o ex-prefeito para comentar o caso, mas as ligações não foram atendidas.
A decisão é de primeira instância e cabe recurso.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.