Produtores otimistas com a safra da soja aumentam a área de plantação no sul do Tocantins

A expectativa é boa por causa da quantidade de chuvas previstas para essa temporada. Produtores preparam solo para evitar pragas. Produtores otimistas com a safra da soja aumentam a área de plantação para o ano de 2019
Produtores do sul do Tocantins estão otimistas com a safra de soja, muitos estão aumentando a área plantada. A expectativa é boa por causa da quantidade de chuvas previstas para essa temporada.
Para o produtor Ricardo Coelho, a interferência do clima é um desafio para quem planta. “A questão climática é um fato preponderante, é importante naturalmente você ter tecnologia, você ter gente focada, bastante treinada, equipamentos, mas sem chuva, nada funciona”, disse.
Nas propriedades, fertilizantes são usados para adubar a área onde a soja será plantada. “Cada adubo tem sua fórmula ação. Através da análise, a gente consegue distinguir um adubo mais próximo do que necessita. A adubação vai determinar a quantidade de produção, se Deus abençoar não vai faltar chuva, vamos ter uma ótima produção”, disse o engenheiro agrônomo, André Teobaldo.
Produtores estão otimistas com a safra da soja 2018/2019
Reprodução/TV Anhanguera
Em um fazenda localizada em Alvorada, sul do estado, serão plantados 1.800 hectares de soja. A previsão é de 30 dias para que toda a lavoura já tenha recebido as sementes. Nessa fase do plantio, a maior ameaça é a lagarta elasmo. Ela é um tipo de praga que habita no solo e ataca o grão da soja quando ele vai germinar.
Segundo o engenheiro agrônomo, esse tipo de lagarta, também conhecida como broca do colo, aparece mais no período de estiagem no Tocantins. Ataca não só a soja, mas vários tipos de plantas.
“Fizemos um tratamento bem feito nas sementes, antes do plantio, com produtos de qualidade, para que venham evitar esse dano na emergência da soja, mantendo a população ideal para a cultura”.
O produtor Rudimar Borgetti quer colher toda a soja que está plantada até a primeira quinzena de fevereiro. Ele espera uma produção de 60 sacas por hectar, o que vai depender de uma boa oferta de chuva. “A expectativa é boa, a previsão de chuva está marcando boas chuvas para nós. A soja gosta de um solzinho, mas não demais. Parece que vai ser um ano muito bom para nós, a soja está nascendo bonita, tomara que continue assim, continue chovendo direitinho para fazer uam boa safra”.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.