Estudante cega faz o Enem e sonha em cursar jornalismo: ‘espero dar o melhor de mim’

Outro morador de Palmas, que também é deficiente visual, faz a prova pela primeira vez e conta com ajuda da namorada para estudar. Mais de 54 mil pessoas se inscreveram para o Enem no Tocantins. Deficientes visuais superam obstáculos e participam do Enem 2018
A deficiência visual não impediu a estudante Poliana Ferreira de fazer o Enem. A mãe descobriu que a filha era cega aos três meses de vida. Ela cresceu sem enxergar nada, mas a limitação não a impediu de estudar. O sonho é cursar jornalismo. Poliana fez a primeira etapa do exame no domingo passado (28) e agora se prepara para a segunda etapa, neste domingo (10).
Poliana estuda pelo sistema Braille e está pronta para enfrentar as 45 questões de matemática e 45 de ciências da natureza, que engloba as disciplionas de química, física e biologia. “Espero dar o melhor de mim, vou relaxar um pouco porque se eu ficar muito tensa na hora, eu não vou lembrar”.
Estudante cega se prepara para a segunda etapa do Enem
Reprodução/TV Anhanguera
Morador de Palmas, Hiago Bonfim Oliveira, de 23 anos, também tem decifiência visual e faz o Enem pela primeira vez. O sonho dele é cursar Educação Física e Nutrição. A visão limitada não é obstáculo para o estudante. A prova é feita em sala separada e com letras ampliadas.
Hiago está otimista. “Eu fiz os aulões da Secretaria Estadual da Educação e gostei. Fui todos os sábados, não perdi um. Me esforcei para estar lá, abri mão de muitas coisas”.
Ele conta com a ajuda da namorada Wendy Suzi, que dá força na hora de estudar. “A gente estuda cerca de duas horas cada matéria, ou ele vem para a minha casa, ou vou para a casa dele. Eu tento explicar com calma detalhadamente para ele entender. A gente descansa um pouquinho e logo depois a gente estuda mais um pouco”.
Deficiente visual conta com a ajuda da namorada para estudar para o Enem
Reprodução/TV Anhanguera
Poliana e Hiago fazem parte dos mais de 54 mil estudantes do Tocantins que se inscrevem no Enem 2018. Por causa do horário de verão os portões no estado serão fechados às 12h [horário do Tocantins].
O transporte público de Palmas terá reforço de ônibus para atender os estudantes. De acordo com a Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana, todas as linhas de ônibus terão reforço das 10h às 12h e das 15h às 18h, para atender o fluxo no início e fim da prova.
Além disso, a linha Eixão terá intervalos de cinco em cinco minutos e em todas as estações haverá ônibus reservas para atender conforme a demanda de passageiros.
Neste domingo serão aplicadas as provas de ciências da natureza e matemática, veja os horários:
11/11: segundo dia de provas
Provas: ciências da natureza (45 questões) e matemática (45 questões)
Duração: 5h
Abertura dos portões: 11h [horário do Tocantins]
Fechamento dos portões: 12h [horário do Tocantins]
Início das provas: 12h30 [horário do Tocantins]
Encerramento das provas: 17h30 [horário do Tocantins]
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.