DEM, MDB e PSD vão governar a maioria das cidades do Tocantins


Juntos, os três partidos elegeram prefeitos ou prefeitas em 71 das 139 cidades do Tocantins. Apesar disso, nenhum deles elegeu os candidatos nos três maiores colégios eleitorais do estado. Mapa mostra resultados em cada cidade e partidos mais votados
G1
Com o fim da apuração das Eleições 2020 no Tocantins os partidos DEM, MDB e PSD despontam como os que mais elegeram prefeitos no estado. O DEM lidera e vai governar 26 dos 139 municípios. O MDB fica com 23 prefeituras e o PSD com 22 gestores. (veja a lista completa abaixo)
Confira os resultados por partidos em todo o Brasil
Veja os prefeitos eleitos nas 139 cidades do Tocantins
Apesar disso, nenhum dos três partidos conseguiu eleger candidatos nos maiores colégios eleitorais do Tocantins. A prefeitura de Palmas ficou com Cinthia Ribeiro, do PSDB. O partido dela vai governar apenas mais uma cidade no estado além da capital: Pium.
Em Araguaína levou Wagner Rodrigues, do Solidariedade. Neste caso, a situação do partido é um pouco mais confortável, figurando na quarta colocação entre as maiores legendas, com 15 prefeituras. Em Gurupi o PROS, de Josi Nunes, teve sua principal vitória. Como o PSDB, o PROS também vai governar apenas duas cidades. Gurupi e Centenário.
Para o PSD, o maior colégio eleitoral de 2020 é a prefeitura de Porto Nacional, com Ronivon. O MDB leva a prefeitura de Paraíso do Tocantins, com Celso Morais.
Mudanças com relação a 2016
Nas últimas eleições municipais, em 2016, a liderança no Tocantins era do PSD, que tinha 28 prefeitos e agora caiu para 22. O PV também encolheu, de 12 cidades em 2016 para cinco em 2020. O MDB, que em 2016 ainda se chamava PMDB, foi de 27 para 23 prefeitos.
O PSB foi de nove prefeitos em 2016, incluindo a capital e Gurupi, para governar apenas uma em 2020: Babaçulândia.
O maior crescimento foi do DEM, que em 2016 tinha apenas um prefeito eleito, em Rio Sono, e agora é o partido que vai administrar mais municípios, com 26. O Solidariedade tinha cinco prefeitos na última eleição e foi para 15.
O PSDB foi de cinco prefeitos para dois. O PTB subiu de cinco para 15. O PP caiu de 10 para sete. O PL, que não tinha nenhum prefeito, conseguiu eleger seis neste ciclo eleitoral. O PSC subiu de um prefeito para seis. O PT foi de dois nas últimas eleições para quatro em 2020. O PSL foi de um para três.
Avante e Cidadania que não tinham prefeitos eleitos em 2016 agora contam com dois cada. O PROS foi de um para dois. Podemos e Republicanos elegeram um prefeito cada este ano e não tinham nenhum anteriormente. O PDT se manteve com um gestor.
Veja como ficou a composição dos partidos em 2020:
DEM – 26 cidades
MDB – 23 cidades
PSD – 22 cidades
SD – 15 cidades
PTB – 10 cidades
PP – sete cidades
PL – seis cidades
PSC – seis cidades
PV – cinco cidades
PT – quatro cidades
PSL – três cidades
Avante – duas cidades
Cidadania – duas cidades
PROS – duas cidades
PSDB – duas cidades
Podemos – Uma cidade
PDT – uma cidade
PSB – uma cidade
Republicanos – uma cidade
Initial plugin text

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.