TRE diz que mais de 200 denúncias de propagandas irregulares nas Eleições 2020 estão sob investigação


Eleições 2020 terão reforço na segurança e medidas de prevenção contra a pandemia. TRE detalhou como será a votação no próximo domingo (15)
Letícia Queiroz/G1
O Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins informou nesta quinta-feira (12) que está investigando 216 denúncias de propagandas eleitorais irregulares no pleito de 2020. O número foi revelado durante uma coletiva realizada na sede do TRE, em Palmas, para detalhar como será o esquema de segurança da votação no próximo domingo (15).
Todas estas denúncias chegaram para a Justiça Eleitoral através do aplicativo Pardal, que é específico para o monitoramento deste tipo de crime. Elas estão sendo analisadas pelos juízes das 33 zonas eleitorais do Tocantins. Este tipo de denúncia costuma ter tramitação mais rápida porque é considerada prioritária para não permitir a distorção da vontade do eleitor, como explica o diretor-geral do TRE, Francisco Cardoso.
“Ele é rápido. Os crimes de propaganda, todos com certeza já tiveram andamento, porque ele exige uma resposta rápida. Se a pessoa está fazendo uma propaganda irregular hoje não adianta você [retirar do ar] daqui três dias, quatro”, diz ele.
O total não leva em consideração outras denúncias, como compra de votos ou abuso de poder econômico, por exemplo. Estes casos são relatados através de ouvidoria e em cartórios e ainda não há um balanço sobre eles.
Os casos estão sendo acompanhados também por promotores do Ministério Público Eleitoral. Os moradores que fizeram as denúncias de propaganda irregular podem acompanhar o andamento delas pelo aplicativo Pardal.
Também na coletiva, foi detalhado a quantidade de policiais que estarão de serviço, as medidas de prevenção contra o coronavírus e ainda as estatísticas do eleitorado deste ano. Ao todo, no Tocantins, as Eleições 2020 devem custar aproximadamente R$ 10 milhões.
O estado é o único em que não há possibilidade de segundo turno em nenhum município, porque a legislação eleitoral determina que apenas municípios com mais de 200 mil eleitores podem realizar a votação em dois turnos. Atualmente o maior colégio eleitoral do estado, Palmas, tem pouco mais de 180 mil eleitores aptos.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
Initial plugin text

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.