Polícia prende segundo suspeito de matar pescador e diz que crime foi motivado por disputa de terras


As terras disputadas ficam no Pará e seria utilizadas para extração de madeira. Crime foi em Caseara, na divisa do Tocantins com o Pará. Crime foi em Caseara do Tocantins
Divulgação
Um homem de 47 anos de idade foi preso suspeito de participar da mate um pescador em Caseara, na divisa do Tocantins com o Pará, em junho deste ano. Ele é a segunda pessoa a ser detida pelo crime e não teve o nome divulgado. A Polícia Civil informou que o suspeito estava foragido e foi localizado em Nerópolis (GO) na tarde da quinta-feira (5). O home deve ser transferido para o Tocantins nos próximos dias.
Os detalhes do crime e o nome da vítima ainda não foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública. De acordo com a investigação, a morte foi por causa da disputa por terras no Pará onde tanto a vítima como os suspeitos queriam extrair madeira.
O assassinato do pescador foi às margens do Lago Casé, em Caseara. Os dois suspeitos presos chegaram a ser ouvidos na época do crime e apresentaram um álibi. Durante o inquérito, a delegacia constatou que o álibi era falso.
O investigado preso em Goiás aguarda transferência na Casa de Prisão Provisória (CPP) de Aparecida (GO).
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.