Polícia Federal faz operação para coibir compra de votos com cestas básicas em cidade do TO


Investigação apontou que candidatos estavam estocando e distribuindo os alimentos para moradores de Centenário. Mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos na Operação Xicaca. Cestas básicas foram apreendidas durante operação da Polícia Federal no Tocantins
Divulgação/ Polícia Federal
A Polícia Federal cumpre, na manhã desta quinta-feira (5), mandados de busca e apreensão em uma ação para coibir a compra de votos com cestas básicas em Centenário, na região leste do estado. A operação foi chamada de Xicaca.
A PF informou que teve conhecimento de que candidatos estariam distribuindo e estocando cestas básicas para futura distribuição a eleitores da cidade. Fatos que podem configurar abuso de poder político e econômico e ainda crime de compra de votos.
São 16 policiais federais cumprindo quatro mandados de busca e apreensão na cidade. As ordens judiciais foram expedidas pela 33ª Zona Eleitoral de Itacajá. Os alvos não foram informados, mas buscas foram feitas no comitê de campanha de um candidato a prefeito.
Ainda segundo a polícia, os investigados poderão responder pelos crimes de associação criminosa e compra de votos. O nome da Operação “Xicaca” faz alusão ao vocábulo “cesta”, em referência a distribuição de cestas básicas pelos candidatos.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.