Moradores do TO podem usar app ou documento com foto para votar durante eleições municipais


O prazo para emissão da segunda via do título de eleitor termina nesta quinta-feira (5), mas no TO não será possível emitir o documento porque não tem atendimento presencial. Prazo para solicitação da segunda via do título de eleitor termina nesta quinta (5)
O prazo para emitir a segunda via do título de eleitor termina nesta quinta-feira (5) em todo o país. No Tocantins, não será possível emitir o documento porque os atendimentos presenciais nos cartórios estão suspensos devido à pandemia. No entanto, segundo o Tribunal Regional Eleitoral, basta que o eleitor leve no dia da eleição um documento pessoal com foto ou baixe o aplicativo e-Título.
Para isso, o eleitor deve estar quite com a Justiça Eleitoral, ou seja, não pode ter débitos pendentes, como multas por ausência às urnas ou aos trabalhos eleitorais, como o de mesário, ou ainda ter recebido multas.
Pode ser usada a carteira de identidade ou a carteira de motorista. Além disso, o cidadão cuja inscrição eleitoral esteja em situação regular tem como alternativa ao título de papel a versão digital do documento, o e-Título, que pode ser obtido gratuitamente nas lojas virtuais.
O e-Título, de acordo com o TSE, serve como documento de identificação do eleitor caso ele já tenha feito o cadastramento biométrico. Isso porque a versão digital será baixada com foto, o que dispensa a apresentação de outro documento no momento do voto.
“É só baixar o aplicativo no celular, além de todos os dados que estão no título de eleitor, o número da zona, número da sessão, o aplicativo tem outras funções. Funciona como documento oficial de identificação. Então, ele pode apresentar apenas o e-Título e ele vale, tanto como título de eleitor, quanto documento de identificação”, explicou a chefe do cartório de Palmas Ana Cecília Catapan.
O aplicativo também informa o local de votação e, por meio de ferramentas de geolocalização, guia o usuário até sua seção eleitoral. Além disso, o app oferece serviços como a emissão de certidões de quitação eleitoral, justificativa do voto e negativa de crimes eleitorais.
“Outra opção que o e-Título oferece, que esse ano é uma novidade, é a questão da justificativa para o eleitor que não se encontra no seu local de votação. Tradicionalmente, o eleitor tem que ir até sessão eleitoral para justificar o seu voto, com o aplicativo, se no dia da votação, o eleitor estiver em um local diferente de onde ele vota, ele fará a justificativa pelo próprio aplicativo”, explicou Ana Cecília.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.