Sergio Camargo exclui Marina Silva da lista de personalidades negras da Fundação Palmares

Sergio Camargo e Marina Silva

O presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Camargo, afirmou nesta terça-feira (13) em uma rede social que a ex-ministra do Meio Ambiente e ex-senadora Marina Silva (Rede), os deputados David Miranda e Talíria Petrone (ambos do PSOL-RJ), o ex-deputado Jean Wyllys e a cantora Preta Gil declaram-se negros “por conveniência”.

Segundo Camargo, Marina Silva foi excluída da lista de personalidades negras da Fundação Palmares porque “não tem contribuição relevante para a população negra do Brasil”. “O ambientalismo dela vem sendo questionado e não é o foco das ações da instituição”, escreveu — criada em 1988, a fundação tem por objetivo a preservação da cultura negra.

Para o presidente da fundação, Marina Silva “autodeclara-se negra por conveniência política”.

“Não é um caso isolado. Jean Willys, Talíria Petrone, David Miranda (branco) e Preta Gil também são pretos por conveniência. Posar de “vítima” e de “oprimido” rende dividendos eleitorais e, em alguns casos, financeiros”, disse.

Segundo Camargo escreveu na rede social, “posar de ‘vítima’ e de ‘oprimido’ rende dividendos eleitorais e, em alguns casos, financeiros”.

Com informações do G1

O post Sergio Camargo exclui Marina Silva da lista de personalidades negras da Fundação Palmares apareceu primeiro em República de Curitiba.

Leia esse post na integra no Blog República de Curitiba
Autor: Blog República de Curitiba

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.