Candidatos cobram reembolso da taxa de inscrição do vestibular da UFT após cancelamento


Seleção foi cancelada por causa da pandemia de coronavírus. Instituição afirmou que enfrentou problemas técnicos, mas pagamentos estão sendo realizados. Câmpus da UFT em Araguaína
UFT/Divulgação
Candidatos que se inscreveram para o vestibular 2020/02 da Universidade Federal do Tocantins estão reclamando da demora na devolução do dinheiro da taxa de inscrição. A seleção foi cancelada em julho por causa da pandemia de coronavírus. A instituição retomou o ano letivo, de forma remota, nesta terça-feira (13) após ficar sete meses com o calendário parado.
O vestibular iria selecionar estudantes para 781 vagas em 48 cursos de graduação da universidade. A taxa paga pelos candidatos foi de R$ 120. As provas chegaram a ser previstas para maio, mas ficaram suspensas até serem canceladas em julho. A UFT tinha prometido a devolução dos valores até 5 de outubro, mas candidatos reclamam que o prazo não vem sendo cumprido.
A Universidade Federal do Tocantins informou, em nota, que os pagamentos começaram a ser feitos, mas houve atraso por conta de inconsistências tanto nos dados bancários informados pelos candidatos quanto na migração destes dados para o Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi).
A Pró-reitoria de Administração e Finanças informou que os dados estão sendo inseridos manualmente na plataforma e os pagamentos já estão sendo gerados. “A medida que o cadastro manual e a correção dos dados estão sendo feitos, os pagamentos pendentes estão sendo realizados”, diz a nota.
Retomada das aulas
A Universidade Federal do Tocantins anunciou o retorno das aulas em ambiente virtual para a esta terça-feira (13). A retomada do ano letivo foi aprovado pelo Conselho Universitário na semana passada.
Segundo o pró-reitor de graduação da UFT, Eduardo Cezari, nem todas as disciplinas serão retomadas no primeiro momento.
“Nós vamos trabalhar com um conjunto de disciplinas menor, com a finalidade de que a gente tenha um momento de aprendizagem dessa nova realidade, deste novo momento da educação. E planejar o 2020/2, que inicia em janeiro, com mais segurança e com mais condições de trabalho”, explicou.
A instituição estava com as aulas suspensas desde março deste ano por causa da pandemia de coronavírus. Os estudantes vão agora começar a completar as atividades referentes ao primeiro semestre deste ano.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.