Bazar itinerante vende produtos artesanais para ajudar no tratamento de pessoas com câncer


Bazar é promovido todo ano pela Liga Feminina de Combate ao Câncer, em Palmas. Esse ano, por causa da pandemia, os produtos serão expostos em vários prédios públicos. Peças artesanais são vendidas pela Liga Feminina de Combate ao Câncer
Reprodução/TV Anhanguera
O tradicional bazar da Liga Feminina de Combate ao Câncer está sendo realizado de maneira diferente esse ano. Ele está sendo feito de forma itinerante e percorrerá vários espaços públicos, como órgãos estaduais. Com o dinheiro da venda, a instituição ajuda cerca de 200 pessoas de baixa renda, que estão em tratamento contra a doença.
Nesta quarta-feira (7), a liga organizou um bazar no hall de entrada da Secretaria Estadual de Cidadania e Justiça. Mas, nos próximos dias, o grupo deve ocupar prédios de outros órgãos.
“Devido ao momento pandêmico e as nossas limitações das ações que a gente havia proposto, o bazar itinerante tem, não só a possibilidade de vender o artesanato que é fabricado pelas voluntárias da instituição, como também promover a campanha do Outubro Rosa, panfletando nas secretarias e também vendendo artesanato”, explicou vice-presidente da liga, Marluce Oliveira.
A venda do artesanato é para dar assistência a cerca de 200 pacientes em tratamento oncológico na rede pública.
São cerca de mil peças variadas, todas feitas manualmente. São jogos de mesa, capas de almofada, toalhas bordadas e muitas outras. Os preços variam entre R$ 5 a R$ 200.
“Além de adquirir uma peça maravilhosa feita por voluntárias da liga, essa pessoa vai estar ajudando a liga a conseguir manter as suas ações frente aos pacientes que estão em tratamento de câncer e que são de baixa renda”, disse a representante Mayra Pagani.
O grupo faz esse trabalho desde 2001, mas nesse ano de pandemia, a instituição precisou se adaptar trocando o espaço fixo, por vários lugares. A ideia é alcançar o maior número de pessoas.
“Nós temos mais de 200 pessoas cadastradas, que recebem assistência da liga. Se a gente parar com as nossas ações nós não vamos ter potencial para poder atender a necessidade dessas pessoas que estão adoecidas”.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.