Sementes misteriosas recebidas por moradora de Araguaína são recolhidas pela Agência de Defesa Agropecuária


Mulher conta que recebeu pacote do exterior sem fazer nenhum pedido. Adapec alerta para o risco fitossanitário e orienta que sementes não devem ser plantadas; veja o que fazer se receber encomenda semelhante. Sementes foram recebidas por servidora pública
Divulgação
Araguaína, no norte do estado, foi a primeira cidade do Tocantins a registrar o recebimento de sementes misteriosas vindas do exterior. O pacote foi recolhido pela Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) e será enviado para um laboratório do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento fora do estado para ser analisado. Casos semelhantes vêm sendo registrados em vários estados há algumas semanas.
No Tocantins, quem recebeu a encomenda não solicitada foi a servidora pública Divina Pimenta. Ela conta que o produto chegou a casa dela em um envelope plástico. Como ela costuma receber muitas encomendas, diz que não desconfiou de nada no primeiro momento.
“Era um pacotinho branco de plástico. Eu vi que era uma coisa pequena, fui abrindo e vi que era um pacotinho de sementes, mas como eu não sabia do problema que está acontecendo eu joguei o envelope no lixo, peguei as sementes e guardei”, contou.
Quando descobriu que as sementes estavam sendo recebidas em vários estados a mulher conta que ficou com medo de ser contaminada e procurou a Adapec. “Foi um susto eu fiquei com medo de ter alguma coisa contaminada. Quando eu abri o envelope eu peguei o pacotinho e coloquei no guarda-roupa para não sumir. Eu fiquei com medo de ter vindo contaminado. Não cheguei a plantar, iria plantar em janeiro”, contou.
Os casos de recebimentos de sementes não solicitadas foram registrados em pelo menos 23 estados, além do distrito federal. Os órgãos de defesa agropecuária recomendam que os pacotes não sejam descartados no lixo e que as sementes não sejam plantadas.
“Qualquer pessoa que receber semente de forma indevida, ou seja, aquela que ele não solicitou, não comprou, deve entrar em contato imediatamente com a Adapec do seu município que irá coletar a semente ou poderá entregar a semente na agência”, explicou o diretor de defesa, inspeção e sanidade vegetal do órgão, Alex Sandro Arruda Farias.
Ele afirmou que as sementes não podem ser plantadas porque há risco de contaminação.
“É um risco fitossanitário para o estado por se tratar de uma semente desconhecida. O nosso alerta é: não abra, não plante. Recebeu semente indevida, comunique imediatamente a Adapec do seu município. Outro canal de atendimento informações é o nosso Disk Denúncia: 0800631122. Entre em contato e obtenha informações para saber o local mais próximo para entregar essa semente”, explicou.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.