Advogada que imobilizou pitbull durante ataque diz que cadela está com medo de sair na rua: ‘Não sei como ela vai reagir’


Cadelinha Pagu, da raça pug, ficou ferida após ser mordida por cachorro, em quadra de Palmas. Advogado explica que ter um animal de estimação é um privilégio que gera responsabilidades, inclusive na esfera judicial. Donos de PETs devem ter cuidado com seus animais para evitar possíveis ataques
Cerca de dois dias depois de ser atacada por um pitbull na Arse 42 em Palmas, a cadelinha Pagu ainda sente dores, está com dificuldades de andar e tem medo de sair na rua. A advogada Marina Galvão, que estava no momento e imobilizou o cão para salvar o animal de estimação, conta que não sabe como ela vai reagir.
A cadelinha, da raça pug, está com tanto medo que quando está fora de casa, não quer sair de dentro da caixinha usada para transportar o animal
“Como ela está com a perna machucada, ela está tendo dificuldades de andar. Eu acho que para ela vai ser um processo um pouco demorado, não sei como ela vai reagir a isso, a esse ataque”, disse Marina.
O ataque foi registrado na última quarta-feira (30), quando a advogada passeava com a cadela na quadra onde vive, na capital. Imagens mostram o momento em que um pitbull aparece e, com a boca, consegue puxar e arrastar Pagu, que estava no colo de Marina.
A advogada, então, começa a imobilizar o cachorro para salvar a pug. Momentos depois, enquanto Marina segurava o pitbull, um vizinho percebe a movimentação e consegue pegar a cadelinha e a leva para casa.
Por medo, cadelinha Pagu só quer ficar dentro da caixinha de transporte
REprodução/TV Anhanguera
Em pouco tempo o cachorro se soltou e entrou na residência do vizinho, para onde a cadelinha tinha sido levada. Segundo Marina, na casa também estavam algumas crianças. O homem conseguiu tirar o cachorro da casa e o animal voltou para a rua.
“É uma coisa que eu digo sempre, eu sempre pensei que isso em algum momento pudesse acontecer porque aqui em Palmas tem muito cachorro solto. E a Pagu ela é muito pequena e eu sempre pensei que se acontecesse qualquer coisa, eu não conseguiria viver sem ela”.
Marina e a cadelinha tiveram ferimentos leves. A advogada machucou o pescoço e o joelho ao cair. Já a cadela foi levada à uma clínica veterinária e levou cinco pontos na perna e na barriga, onde foi mordida.
“À noite foi bem difícil, ela sentiu muita dor. Logo de manhã, eu fui atrás de uma dipirona em gotas para poder dar para ela, para poder medicar melhor, ela passou a noite em claro, gemendo, foi difícil. A dor de ter que lavar os ferimentos, mas graças a Deus, a gente está bem, está viva”.
Em julho deste ano em Araguaína, no norte do Tocantins, um jovem também ficou ferido após ser mordido por cachorro, também pitbull. O animal estava solto na quadra.
“Atualmente, a gente sente muita insegurança no momento em que vamos sair de casa porque no dia seguinte ao ataque do meu filho, a minha vizinha também sofreu um ataque, mas de outro pitbull. Ele mordeu ela no pé. No domingo foi meu filho, na segunda, foi minha vizinha e anteontem, no grupo dos vizinhos, veio uma notificação de que outro pitbull, maior do que esses dois que atacaram meu filho e minha vizinha, também estava solto, perdido”, disse a influenciadora digital Cecília Santana.
O advogado Hidelglan Carneiro explica que ter um animal de estimação é um privilégio que gera responsabilidades, inclusive na esfera judicial.
“Essa vigilância é um dever, que todos nós temos com relação aos nossos animais. Isso gera uma responsabilidade, que tanto pode ir para a esfera civil, quanto você pode ter multas administrativas para coibir esse tipo de situação. Se a pessoa não tem a devida cautela para resguardar os seus animais, ele vai ter que indenizar e procurar reparar os danos que foram causados, seja danos físicos, estéticos, e de toda a ordem, ele será o responsável”.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.