Homem é preso suspeito de injúria racial após ameaçar e chamar segurança de macaco

Um homem, de 44 anos, foi preso, na tarde dessa quarta-feira (30), suspeito de ter cometido ameaça e injúria racial. Ele teria ameaçado dois seguranças e chamado um deles de macaco.

O crime ocorreu no Terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro, no Centro de Belo Horizonte-MG. Os dois seguranças, de 27 e 46 anos, relataram à Polícia Militar que o suspeito havia tentado entrar na rodoviária sem máscaras.

Ao ser alertado de que não poderia entrar no local, o suspeito alegou que era carregador de bagagens. No entanto, após ser novamente informado de que a entrada era permitida apenas com o uso do equipamento de segurança, ele se revoltou e começou a ameaçá-los.

De acordo com o boletim de ocorrência, o homem disse que “lá fora eles veriam”, que os seguranças “eram homens lá dentro, mas lá fora eram uns lixos.” Por fim, o acusado teria chamado o segurança mais velho de “macaco” e “negão folgado”.

Na sequência a Polícia Militar foi acionada e o homem foi detido e levado à Central de Flagrantes da Polícia Civil (Ceflan) 2.

Leia matéria na íntegra no Site Portal de Brasília

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.