Estudantes fazem pinturas corporais em protesto contra queimadas no Tocantins


Objetivo também é mostrar as graves consequências dos incêndios florestais. Pinturas mostram consequências de queimadas
Divulgação
Estudantes de uma escola pública em Almas fizeram pinturas corporais em protesto contra a grande quantidade de queimadas no Tocantins. As fotografias divulgadas na internet mostram que os jovens usaram a criatividade para chamar atenção sobre as consequências dos incêndios florestais e a destruição que um foco pode causar.
É que as queimadas se intensificam em todo o estado durante o segundo semestre, período em que são registradas altas temperaturas, ventos fortes e tempo seco.
A ação realizada de forma interdisciplinar foi desenvolvido por alunos do 3º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Dr. Abner Afonso Paccine e envolveu pesquisas, entrevistas e produção de fotomontagens.
A estudante Táila Valadares de Sousa, de 17 anos, fez uma pintura corporal representando um incêndio na floresta e vários animais tentando fugir das chamas. “Os animais, as aves e as plantas lutam pela sobrevivência e nem sempre conseguem. Essa é a mensagem que estou passando por meio da pintura no meu corpo. E a mensagem que levo para minha vida é a de olhar para o futuro. Como será para os nossos filhos se as queimadas continuarem? Todos nós precisamos nos conscientizar para as consequências das queimadas”.
O professor de história e geografia, José Valdo Bento Nascimento, e o professor de biologia Robson Soares Barreira participaram do projeto. “Nós realizamos um trabalho de conscientização da nossa comunidade. O resultado foi bastante positivo, pois deu visibilidade à criatividade dos estudantes e demonstrou como eles absorveram os conhecimentos que foram repassados sobre o assunto”, disse José Valdo.
Os alunos fizeram as pinturas e montagens com auxílio de parentes e depois foram fotografados, alguns deles em áreas de mata ou perto de pequenas queimadas. O resultado foi publicado na internet.
Arthur Mendes Almeida Moura, de 16 anos, fez uma montagem no rosto. O trabalho mostra o planeta sendo destruído. “As queimadas são atos de extrema violência contra os animais e os seres humanos. Esse trabalho foi muito rico, nos ajudou a entender a importância da natureza e que, se as coisas continuarem no ritmo em que estão, muitas vidas poderão deixar de existir”.
Jovem fez pintura no rosto em protesto contra incêndios
Reprodução
Alunas fizeram pinturas que simbolizam estragos feitos por queimadas
Reprodução
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.