Após quase três meses, Lacen recebe nova máquina e volta a fazer 100% dos testes RT-PCR


Máquina para testagens e insumos foi enviada pelo Ministério da Saúde. Desde julho, governo mandava parte das amostras para o Rio de Janeiro, por causa da falta de materiais. Com nova máquina de testagem para Covid-19 no estado, promessa é de resultados em 48h
Depois de quase três meses, o Laboratório Central do Tocantins (Lacen) recebeu uma nova máquina do Ministério da Saúde e voltou a fazer 100% dos testes RT-PCR, para identificar a Covid-19. Desde julho, o governo mandava parte das amostras para a FioCruz, no Rio de Janeiro, por causa da falta de insumos.
Até o dia 17 de setembro, o Lacen fez quase 52 mil testes e cerca de 26 mil foram enviados para a FioCruz.
“Os testes são gratuitos e a gente já suspendeu esse envio de amostras desde a semana passada para a FioCruz e estamos atendendo toda a demanda do Tocantins aqui no Lacen. O paciente que esteja assintomático, basta ir até uma Unidade Básica de Saúde e lá os profissionais tomarão as decisões da coleta do material e envio de amostra para o Lacen”, explicou a coordenadora de biologia molecular do Lacen, Sirlene Borges.
A máquina enviada pelo Ministério da Saúde é capaz de analisar 96 amostras em 23 minutos. A segunda etapa do testes tipo RT-PCR dura cerca de duas horas.
Máquina enviada pelo Ministério da Saúde vai acelerar resultado de testes da Covid-19
Reprodução/TV Anhanguera
“Com essa máquina e a capacidade técnica que nós temos, nós conseguiremos liberar esses exames, de todos os pacientes considerando todos prioridades, em até 48 horas”, afirmou.
Neste período em que faltaram insumos no Lacen, a professora Soraya Sales teve transtornos ao não conseguir fazer a testagem pela rede pública. ATé ela conseguir o diagnóstico pelo SUS demorou 21 dias. “Como não foi marcado, eu resolvi acionar o Ministério Público porque é um direito meu. E após o acionamento, é que me ligaram para marcar”.
Neste período, a professora teve febre, diarreia, dor de cabeça e no corpo, além de tosse. Quase todos os sintomas da Covid-19. “E isso mexe muito com o psicológico da gente porque você não sabe o que tem e a demora em fazer o exame e receber o resultado gera essa ansiedade. Para eu não ficar na dúvida, eu resolvi procurar um serviço particular e fazer. Paguei mais de R$ 300 no exame para poder ter a certeza se eu tive ou não o vírus”.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.