CLDF quer diminuir a diferença salarial entre homens e mulheres

Hylda Cavalcanti e Catarina Lima
redacao@grupojbr.com

A partir de agora, as empresas que firmarem contratos com o GDF terão de remunerar de maneira igual mulheres e homens. Os deputados distritais derrubaram ontem um veto do governador e transformaram em lei projeto que diminui a diferença salarial entre homens e mulheres no mercado de trabalho.

“Sexismo” – “Mulheres e homens possuem a mesma inteligência e lidam com suas atribuições com os mesmos zelos e esforços. É inaceitável que os homens continuem recebendo maior remuneração do que as mulheres para as mesmas tarefas, em um claro sinal de sexismo”, disse o autor do texto, o deputado distrital Chico Vigilante (PT).

Para sanção

A senadora Leila Barros (PSB-DF) comemorou a aprovação, recentemente, do projeto que prevê a criação do chamado Cadastro Nacional das Pessoas Condenadas por Crime de Estupro. O texto, que foi relatado por ela na comissão de Assuntos Econômicos do Senado, segue para sanção presidencial.

Prevenção – Segundo a parlamentar, o banco de dados é uma importante ferramenta para fortalecer a prevenção aos crimes de estupro pelo aumento do acesso a informações. o cadastro deverá conter obrigatoriamente as características físicas, impressões digitais, DNA, fotos e endereço residencial dos condenados por estupro no país.

Rejeição

O senador Izalci Lucas (PSDB-DF) causou rebuliço ao afirmar ontem para várias pessoas que o veto do presidente Bolsonaro à desoneração da folha das empresas tem grandes chances de ser derrubado. Segundo ele, isso ficou claro na última reunião de líderes.

Adiamento – A medida permite que as empresas substituam a contribuição previdenciária de 20% sobre os salários por uma alíquota, entre 1% e 4,5%, sobre a receita bruta. Pelo sim pelo não, o Palácio do Planalto pediu ao Congresso para a votação ser adiada mais uma vez.

Selo

A Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (OSTNCS) vai participar, juntamente com os Correios e a convite de entidades da Alemanha, do lançamento no Brasil do selo comemorativo
aos 250 anos do nascimento de Ludwig van Beethoven.

Beethoven – O músico, cuja obra é associada aos valores libertários do Iluminismo na Europa, terá
um dos seus mais famosos concertos, “Sinfonia nº 7 em Lá Maior Op. 92”, executado pela OSTNCS e reproduzido no canal oficial da Sinfônica no YouTube,
na próxima terça-feira (22), 20h.

Apoio popular

Uma enquete realizada pela Câmara dos Deputados está deixando particularmente satisfeita a deputada Erika Kokay (PT-DF) e todos que são contra a privatização de estatais. Avalia o que a população acha do projeto de autoria de Erika e do deputado Frei Anastácio (PT-PB) sobre projeto que torna crime a privatização destes órgãos sem autorização legislativa.

Tramitação – O resultado aponta que 87% das pessoas que já participaram da votação até agora disseram concordar totalmente com o projeto e 1% disse concordar na maior parte com o teor do texto. Somente 12% das pessoas que entraram no site para votar disseram discordar da matéria. O texto está em tramitação na Casa.

Leia matéria na íntegra no Site Portal de Brasília

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.