Coleta seletiva mobiliza moradores e gera renda ao recolher mais de 18 toneladas de lixo a cada duas semanas em Gurupi


São cerca de 10 pontos de coleta espalhados pela cidade. Além disso, cada morador pode colaborar ao colocar no pé da lixeira, o lixo reciclável, e dentro da lixeira, os resíduos orgânicos. Coleta seletiva recolhe mais de 18 toneladas de lixo a cada duas semanas em Gurupi
Um projeto de coleta seletiva tem incentivado os moradores de Gurupi a fazerem a separação correta dos resíduos e gerado renda para famílias de catadores. A ação começou há mais de um mês. A cada duas semanas, mais de 18 toneladas de lixo reciclável são separadas e enviadas para indústrias de outros estados, onde são transformadas em outros produtos.
A rotina de separação do que pode ser reaproveitado está começando a fazer parte da vida de muita gente. A professora Vanessa Dias é uma das adeptas ao projeto. Agora, ela coloca o lixo reciclável no pé da lixeira para facilitar a coleta.
“É uma separação muito simples, separar apenas o lixo seco do lixo orgânico e o posicionamento do lixo na hora de colocar na lixeira. O lixo seco você coloca ao lado da lixeira e o lixo orgânico, você coloca dentro da lixeira. Mas eu ainda estou me adaptando porque a gente não vive só em casa e a gente tem que educar o filho, educar o marido. Então a gente ainda está se adaptando a essa fase”, disse a professora Vanessa Dias.
Os comerciantes também já começaram a realizar a destinação certa dos recicláveis. O Francisco Pereira é gerente de um supermercado e todos os dias, ele coloca os resíduos nos contêineres específicos para materiais recicláveis.
Projeto de coleta seletiva em Gurupi começou há mais de um mês
Reprodução/TV Anhanguera
“Primeiro nós temos uma preocupação com o meio ambiente e separar o lixo de forma adequada, o reciclável do orgânico. Acho que é muito importante sim até porque contribui com a natureza, conscientiza as pessoas ainda mais para fazer a separação. E um local destinado para esse lixo é muito bem-vindo”, disse ele.
Além de o próprio morador fazer a separação em casa, há outra opção. O município espalhou cerca de 10 pontos de coleta seletiva pela cidade. Os contêineres estão identificados e são específicos para receber os resíduos.
“Esses materiais, eles sendo separados no ato gerador, que é na sua residência ou no seu comércio, ele tem um valor agregado, que vai contribuir com essas famílias que dependem desses materiais. Então, agora a coleta seletiva está em fase de expansão”, explicou a engenheira agrônoma, Marilene Alves.
Tudo o que é recolhido pelos caminhões é enviado para a Associação de Catadores em Gurupi. Eles fazem a separação específica dos resíduos. São mais de 20 pessoas responsáveis pela preparação dos materiais para reciclagem.
“Facilitou muito, porque primeiro, para nós, o material que chega é seco. Antes era úmido, misturado. Agora tem uma vantagem, é sequinho, a gente trabalha mais ou menos limpinho e segue assim. O avanço está pequeno, mas hoje já está bem melhor porque as pessoas já ligam para a gente ir a casa delas, a gente vai lá e pega. Já tem alguns contêineres que as pessoas estão colocando materiais recicláveis. Não está mais aquela mistura”, explicou o catador José Alves.
O engenheiro agrônomo e professor Jandislau José Luiz dá apoio técnico para a associação. Para ele, ter um programa de coleta seletiva na cidade significa um avanço na conscientização ambiental.
“Primeiro, a conscientização da população de que nós temos que ter um planeta limpo. Segundo, você vê hoje a cidade de Gurupi que já tem tendência em colocar o material reciclável em determinados lugares, onde a coleta passa antecipadamente e pega esse material. Outro fator muito importante é a subsistência do pessoal que trabalha com esse material e que depende disso para a manutenção da sua família”.
Depois que tudo é separado cuidadosamente e prensado, os resíduos são enviados para empresas que continuam o processo de transformação em novos produtos.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.