Em oito meses, mais de 260 crianças e adolescentes foram abusados sexualmente no TO


Dados foram divulgados pela Secretaria de Cidadania e Justiça e levam em consideração apenas as denúncias feitas até o mês de agosto. Tocantins registra 269 casos de abuso sexual contra menores, de janeiro a agosto deste ano
Mais de 750 casos de violência contra crianças e adolescentes foram registrados esse ano no Tocantins, sendo que do total, 269 se tratam de abusos sexuais. O número leva em consideração apenas os crimes registrados até o mês de agosto. Durante todo o ano de 2019 foram contabilizados 466 casos de estupro contra menores.
Os dados são do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) e foram divulgados pela Secretaria de Cidadania e Justiça (Seciju) do Tocantins. De acordo com o levantamento, no ano passado foram registrados 1.492 crimes violentos contra crianças e adolescentes.
Os casos estão cada vez mais comuns e geralmente a vítima conhece o agressor. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a preocupação aumentou com a pandemia do novo coronavírus. Em agosto o órgão informou que entre a segunda quinzena de março e primeira quinzena de abril deste ano foram registrados 30 casos de violências contra crianças.
Para que as vítimas fiquem em segurança e os suspeitos sejam presos, os crimes devem ser denunciados. Veja abaixo os canais para realizar denuncia.
Entre os casos mais recentes está um crime registrado em Porto Nacional. Um homem foi preso suspeito de estuprar a própria filha de três anos. Uma vizinha que ouviu a menina relatando o abuso chamou a Polícia Militar (PM). A mãe da menina afirmou que desconfiava do marido.
A PM entrou na casa e encontrou o homem com sinais de embriaguez. Ele foi levado para uma delegacia onde foi preso em flagrante por estupro.
Outro suspeito de estupros foi preso após atacar uma criança de seis anos e uma idosa de 83 em Lagoa da Confusão. A Polícia Civil disse que ele tentou arrastá-la para dentro de uma casa abandonada, mas a menina conseguiu fugir e pediu ajuda de vizinhos. A polícia investiga se o homem fez outras vítimas.
Em Nova Olinda, na região norte do estado, uma criança de 11 anos teria sido abusada pelo pai, tio e outros dois homens. Segundo a polícia, o crime aconteceu diversas vezes e os conselheiros tutelares teriam inclusive recebido ameaças do pai da criança. O pai da menina foi levado para a Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA)
Casos de violência e abusos contra crianças preocupam no Tocantins
Reprodução/TV Anhanguera
Canais para realizar denúncias
Polícia Militar (190)
Polícia Civil – Delegacia da sua cidade
Conselhos Tutelares de Palmas
Região Central: (63) 99210-4982 (Plantão)
Região Norte: (63) 99210-5134 (Plantão)
Região Sul I: (63) 99210-5185 (Plantão)
Região Sul II: (63) 99210-5111 (Plantão)
Direitos Humanos (Disque 100)
Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) – Telefone: (63) 3218-6830 / 3218-1869, e-mail: dpca@ssp.to.gov.br. Endereço: Quadra 504 Sul Al 2 – Plano Diretor Sul, Palmas;
Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca) – Telefone: (63) 3218-2058, Endereço:103 Norte Av LO 4 Lote 98 – Edifício Milton Ayres;
Polícia Rodoviária Federal para crimes nas rodovias federais (191)
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.