Vídeo mostra filhote de veado fugindo de queimada perto do aeroporto de Palmas


O movimentador de frota Sthepson Sousa filmava o incêndio quando perceber o animal desesperado para escapar do fogo. Equipes da Infraero e dos Bombeiros estão no local fazendo o combate. Vídeo mostra veado fugindo das chamas de um incêndio próximo a Avenida Teotônio Segurado
Imagens registradas pelo movimentador de frota Sthepson Sousa, que trabalha no Aeroporto de Palmas, mostram o momento em que um filhote de veado tenta desesperadamente fugir de uma queimada na capital. O fogo atinge a mata nativa entre a entrada do aeroporto e o Jardim Taquari, no sul da cidade, desde o começo desta quarta-feira (9).
No vídeo é possível ver que o veado consegue sair da mata e corre para a região do Jardim Aureny III. Ele foi visto logo depois por moradores vagando por terrenos baldios e apesar de estar muito assustado, não parecia ter se ferido.
Equipes do Corpo de Bombeiros e a brigada da própria Infraero estão no local combatendo a queimada. Um grupo de ciclistas que passou pela região do aeroporto na noite da terça-feira (8) afirma que já havia um foco de queimada no local e que o fogo começou após pessoas que acampavam nos arredores colocaram fogo no lixo deixado para trás. O próprio grupo de ciclistas apagou os focos que já tinham sido identificados na noite de terça, mas as chamas recomeçaram nesta quarta-feira.
A coluna de fumaça causada por essa queimada pode ser vista de áreas a quilômetros de distância e chamou a atenção de motoristas que passavam pela BR-010. Apesar de toda poluição, o painel da Infraero mostra que o Aeroporto de Palmas segue operando normalmente, aberto para pousos e decolagens.
Queimada está perto da entrada do aeroporto em Palmas
Stephson Sousa/Reprodução
Há semanas, incêndios florestais tomam conta da capital. Um dos maiores focos se concentra na serra do Lajeado, onde bombeiros, militares do Exército, brigadistas do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e o helicóptero do Ciopaer uniram forças para controlar as chamas.
O incêndio na área começou no dia 28 de agosto, dentro de uma propriedade particular. Os primeiros focos foram identificados durante um sobrevoo do helicóptero do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), que estava cedido ao Governo do Tocantins para ajudar no combate.
O animal foi avistado por um motorista que passava pelo local
Stepheson Sousa
A serra de Taquaruçu também foi castigada pelo fogo. Por causa do vento, as chamas espalharam por uma propriedade rural, na semana passada. Um vídeo mostra o momento em que um produtor rural usou dois baldes de água para ajudar no combate ao fogo. Nas imagens, o homem pega a água com a mão e vai tentando apagar os focos, com o objetivo de impedir que as chamas atinjam a fazenda e o gado.
Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), de janeiro a esta terça-feira, foram contabilizados 6.523 focos de queimadas. Só em setembro, foram mais de mil focos. O tempo seco, baixa umidade, altas temperaturas e vento forte contribuem para propagação as chamas.
Coluna de fumaça pode ser vista de longe em Palmas
Vilma Nascimento/G1
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.