Golpistas se passam por nutricionista para pedir dinheiro e fotos ‘apenas com vestimentas íntimas’ a pacientes em redes sociais


A médica descobriu o golpe após uma das seguidoras entrar em contato por outra rede e dizer que estava ansiosa para receber a dieta. Em outros casos, os criminosos pedem dinheiro para amigos e parentes. Profissionais de saúde são alvos de golpistas em redes sociais
A nutricionista Patrícia Kelly descobriu por acaso que o próprio nome estava sendo usado por golpistas em redes sociais para assediar possíveis clientes em Palmas. Em um aplicativo de bate-papo eles faziam a promessa: atendimento de forma online. “prestaremos todo o auxílio necessário”, garante, a mensagem.
“A pessoa me seguia e ai ela respondeu um storie meu falando ‘olha, eu tô muito ansiosa para receber a minha dieta’. Ai eu falei: ué, mas quando você agendou essa consulta? Não lembro de ter atendido você. Ela falou ‘não, a gente tá conversando por WhatsApp e você só vai colocar a dieta no aplicativo’. Ai foi quando eu me dei conta que alguma coisa não estava certa, porque eu não uso aplicativo”.
Os golpistas chegaram a pedir dados e até fotos das pacientes “usando apenas vestimentas íntimas”. várias pessoas caíram no golpe e chegaram até a pagar o boleto enviado pelos criminosos. Depois que a nutricionista registrou um boletim de ocorrência, o número de telefone que se passava por ela, usando a mesma foto de perfil, passou a negar que tenha feito os contatos.
Nutricionista descobriu que nome foi usado por golpistas
Reprodução/TV Anhanguera
“É constrangedor, porque é o nome de um projeto que você lutou tanto para colocar ele em ascensão e um golpista usar do seu nome, da credibilidade, para poder fazer isso”, desabafa a nutricionista.
O otorrinolaringologista Hugo Rodrigues foi vítima de um golpe semelhante. Por meio de um aplicativo de troca de mensagem, golpistas se passavam por ele, mas com um número de telefone novo. eles pediam que amigos e parentes fizessem transferências bancárias de valores que chegava a R$ 7,2 mil.
“Durante três vezes, no intervalo de sete dias, pessoas da minha família, amigos, parentes pessoas do meu trabalho foram assediadas por esses golpistas. Usando fotos do meu perfil, do Instagram, do WhatsApp dizendo que era eu precisando de dinheiro.”
O médico também registrou boletim de ocorrência e avisou que não estava pedindo dinheiro. Esse tipo de golpe não é mais novidade pra quem trabalha com tecnologia da informação.
Criminosos pediram fotos íntimas da vítima
Reprodução/TV Anhanguera
“Eles acessam as redes sociais destes profissionais em busca de fotos, informações sobre a família, informações sobre o trabalho. E com essas informações em mãos procuram dar golpes em pacientes ou em familiares destes profissionais de saúde. É muito importante que o profissional de saúde que tenha a sua rede social, ele busque apoio de um profissional pra conseguir fazer a configuração correta”, explica o especialista em tecnologia da informação ricardo nascimento.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública do estado, entre janeiro e junho desse ano, foram registrados 628 crimes em ambientes virtuais. O dado é praticamente igual aos números do mesmo período do ano passado, quando foram 625 crimes do tipo.
A principal orientação da polícia, em casos assim, é que o boletim de ocorrência seja registrado não apenas pela pessoa pela qual os bandidos tentam se passar, mas também por aqueles que recebem a mensagem pedindo o dinheiro. É a partir dessas informações, como números de telefones e contas bancarias que a polícia começa as investigações.
Já pra evitar cair no golpe, a dica do delegado Claudemir Luiz Ferreira é simples. “Se você recebeu uma mensagem de algum amigo ou parente solicitando dinheiro emprestado ou solicitando pagamento de boletos, não faça antes de conversar com esse parente, com este amigo. Ligue para esta pessoa, confirme da necessidade real desta pessoa. Mas não ligue naquele número que você acabou de receber a mensagem, ligue em algum número que você já tenha dele.”
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.