Voluntários do TO que querem ser mesários nas eleições têm até dia 16 para fazer cadastro


Eleições municipais ocorrerão em novembro, das 7h às 17h. Mesários já estão sendo treinados de forma online para atuar no pleito. Voluntários que querem ser mesários nas eleições devem fazer inscrição; saiba como
Cerca de 20 mil mesários devem trabalhar nas eleições municipais de novembro em todo o Tocantins. Muitos deles já estão recebendo treinamento online para atuar no pleito. Quem quiser participar, deve fazer as inscrições até o dia 16 deste mês, neste site ou pelo aplicativo e-Título.
“No Cartório Eleitoral de Palmas, nós convocamos cerca de quatro mil mesários e auxiliares. Então, nós estamos entrando em contato por meio desta central, com cada um deles, verificando se eles fazem parte do grupo de risco e se eles têm interesse em trabalhar nas eleições deste ano. A preferência é para quem já tem experiência, para quem já trabalhou em outras eleições. Mas se a pessoa se declara de grupo de risco ou declara que ela não vai poder trabalhar conosco esse ano, assim que a gente concluir essa parte de cadastramento, a gente vai entrar em contato com os mesários que se cadastraram por meio do site e do aplicativo”, relatou a chefe do cartório de Palmas, Ana Cecília Catapan.
Ana Cecília explica quais são os benefícios para quem trabalha como voluntário. “Você recebe um auxílio alimentação no valor de R$ 35, você recebe em dobro as folgas, pelos dias que você trabalhou e pelo treinamento. E como eu sempre digo, a eleição ela é a festa da democracia e os mesários são os donos da festa. Eles são as pessoas que fazem a festa acontecer. Sem eles, a eleição não seria possível acontecer”.
Para garantir a segurança dos voluntários, um kit com equipamentos de proteção será entrega para cada um, no dia da votação.
Voluntários que querem trabalhar nas eleições devem fazer cadastro
Reprodução/TV Anhanguera
“Vão ser fornecidas três máscaras de tecido para os mesários. Vai ser fornecido face shield [protetor facial], vai ser fornecido também o álcool em gel para cada um dos mesários eleitores, e o álcool para ser borrifado nas superfícies”, explicou.
A eleição municipal vai ser em novembro, por causa das medidas de segurança para evitar o contágio do novo coronavírus.
Estas vai ser a terceira vez da funcionária pública Waléria Figueiredo, como mesária voluntária nas eleições. Este ano, todo o processo está ocorrendo na plataforma online, da inscrição ao treinamento. Foi desta forma que, além de ter se cadastrado, a Valéria já confirmou presença.
“Eles já me ligaram para saber se eu estou novamente disposta a ser mesária voluntária. E sim, eu já me dispus a mais uma vez exercer esse papel de ser mesária e já estou fazendo treinamento pelo aplicativo do mesário, me qualificando para exerceu o meu papel”.
Nas eleições 2020, o tempo de trabalho vai ser diferente, aumentou 1 hora. A votação vai ser das 7h às 17h, no dia 15 de novembro.
“O papel de mesária, além de exercer o papel de cidadã, é uma vantagem por causa das fogas. Eu sou funcionária pública, então, dá para aproveitar um feriado prolongado. Eu tenhop uma família, sou mãe de dois filhoss, tenho meu esposo, é prazeroso ter esses dias de folga”, argumentou Waléria.
Quem não pode ser mesário
Candidato ou parente de candidato, ainda que por afinidade, até o segundo grau, inclusive, seu cônjuge ou companheiro;
Membro de diretório de partido político registrado, cujos nomes tenham sido oficialmente publicados;
Autoridade ou agente policial, bem como funcionário no desempenho de cargos de confiança do Executivo;
Os que pertencem ao serviço eleitoral;
Os fiscais e delegados de partido político ou coligação;
Os menores de 18 anos.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.