Com sucesso das lives na pandemia, demanda por intérpretes aumenta


O mercado para professores da área vem crescendo. Jacob Augusto aproveita o momento com as várias oportunidades. Demanda por intérpretes de libras cresce após sucesso de lives durante pandemia
A procura por intérpretes de libras aumentou neste período de pandemia da Covid-19, isso porque as lives estão em alta. Jacob Augusto está na área há duas décadas viu o mercado se abrir. Ele foi contratado para fazer várias lives. A primeira delas, foi para a dupla sertaneja Henrique e Juliano. “Até autógrafo na rua eu estou dando agora”, brinca. (Veja vídeo acima)
Ele conta que traduzir lives musicais para a língua é um pouco diferente de palestras. “Você vai interpretar um advogado, um juiz, um professor que tá todo formal. E a música não, a música é o corpo falando. Não é simplesmente você ficar ali fazendo gestos. Porque a língua de sinais não é só as mãos, ela é o corpo todo e principalmente a expressão”.
Rodrigo Noleto é dono de uma empresa que trabalha com transmissões de lives. Ele sempre recomenda aos clientes a contratação de intérpretes de libras. “Até profissionalmente falando, para sociedade em si, isso é bom para o artista. Porque não está só cantando para quem não é surdo. É uma forma de respeitar o público”.
Procura aumentou neste período por professores de libras
Reprodução/ TV Anhanguera
O Tribunal de Justiça do Tocantins (TJT) passou a incluir acessibilidade nos julgamentos virtuais. Aline Alves coordena o trabalho no TJT, e ela conta que o mercado ainda tem poucos profissionais da área. “Todas as áreas em qualquer tipo de de pronunciamento, a legislação exige a presença do intérprete de libras, até porque é um direto garantido por lei. É um mercado que está crescendo muito”, afirma.
A juíza Rosa Maria explica que o Tribunal de Justiça através da escola de magistratura proporcionou a capacitação de servidores e magistrados no curso de libras. “Isso visando o atendimento qualificado as pessoas”.
O presidente da associação dos surdos do Tocantins, Rondinelli Moreira, afirma que iniciativa do judiciário é um avanço, mas há a necessidade de mais intérpretes é urgente. “Espero que a saúde pegue o exemplo do judiciário e o Detran também pegue esse exemplo. E que eles cumpram a lei porque isso é lei”, explica.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.