Nova Olinda volta a registrar aumento de infectados após praticamente zerar casos de Covid-19


Desde o início da pandemia, foram contabilizados 369 moradores diagnosticados e 12 mortes. Prefeitura publicou decreto determinando toque de recolher a partir das 18h. Cidade que já zerou casos de Covid-19 registra 400 infectados e 10 mortes
Nova Olinda, fica na região norte do Tocantins e tem pouco menos de 12 mil habitantes. A cidade chegou a praticamente zerar o número de casos de Covid-19 no mês de junho, mas voltou a registrar aumento na quantidade de infectados. Desde o início da pandemia, foram contabilizados 369 diagnosticados e 12 mortes.
Atualmente, a cidade está com quase 60 casos ativos, sendo que 10 pessoas estão internadas.
“Por onde eu passo eu vejo muita gente, chego na lotérica tem muita gente do mesmo jeito. Acho que o trem está avançando por causa disso”, opinou o lavrador Ronaldo Balbino.
“O povo facilitou um pouco porque se tivesse seguido as metas do jeito que estava vindo, acho que estava bem controlado”, disse o controlador de qualidade, Francisco Lourenço.
Prefeitura de Nova Olinda decreta toque de recolher a partir das 18h
Reprodução/TV Anhanguera
No mês de junho, quando a cidade praticamente não tinha mais casos ativos da doença, a prefeitura publicou um decreto flexibilizando as medidas de prevenção à doença. Mas os casos voltaram a aumentar e um novo decreto foi feito adotando regras, como toque de recolher a partir das 18h.
O comércio da cidade também não poderá funcionar depois das 18h, com exceção dos serviços essenciais. O decreto proíbe ainda a venda de bebidas alcoólicas. Bares e restaurantes não poderão abrir as portas.
“Tivemos recentemente, no final de semana que passou, uma ação conjunta envolvendo Polícia Militar, Polícia Civil, Vigilância Sanitária, Secretaria de Saúde, as demais secretarias do poder público municipal para a gente realizar blitz, uma fiscalização mais intensa e mais ostensiva, chamando a atenção da comunidade, justamente buscando essa sensibilização que infelizmente ainda não é de todo mundo”, disse o secretário da administração da cidade, Adailton Feitoza.
Uma das maiores preocupações é que o município não tem leitos específicos para pacientes com a Covid-19. O hospital de referência fica em Araguaína.
“É preocupante quanto aos leitos. Tem hora que a gente tem que ligar para algum município, por exemplo, Araguaína que está nos ajudando com o Hospital de Campanha. Eu peço à população de Nova Olinda que não brinque, use máscara e que não se aglomere, não leve os casos para os seus avós, para os seus pais que estão isolados”, disse o secretário de saúde, Jair Pereira Lima.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.