Apartamentos de luxo de Jackie Chan em Pequim são apreendidos e vão a leilão

Dois apartamentos de luxo do ator Jackie Chan, 66, em Pequim, avaliados em US$ 14,6 milhões (cerca de R$ 77,4 milhões), foram apreendidos e vão a leilão no próximo dia 30 de setembro. Segundo a revista Variety, os imóveis estão no meio de uma disputa judicial entre duas imobiliárias.

Os apartamentos são adjacentes e estão localizados em um complexo residencial. Juntos, eles têm 1.217 metros quadrados de área e seis quartos. De acordo com a Variety, Chan mora com a família no local desde 2007 e teria adquirido as propriedades por cerca de US$ 4,9 milhões (R$ 26 milhões) depois de fazer um trabalho promocional para a imobiliária Yujia.

Mas a empresa não teria transferido adequadamente os documentos de propriedade para o ator e, agora, os apartamentos são reivindicados por outra imobiliária, a Tenhong, que trava uma briga judicial com a Yujia.
Embora o valor de mercado dos imóveis seja de US$ 14,6 milhões, no leilão, o preço inicial será de US$ 10,5 milhões (R$ 55,7 milhões). Segundo a Variety, um dos apartamentos foi onde o filho de Chan, Jaycee, foi preso pela polícia de Pequim em 2014 por portar maconha.

As informações são da FolhaPress.

Leia matéria na íntegra no Site Portal de Brasília

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.